aplicativos encontros diminuem exigências
aplicativos encontros diminuem exigências

Estudo Revela Que a Maioria dos Usuários de Aplicativos de Encontros Diminuem Suas Exigências para Conhecer Alguém

This post is also available in: English Español ไทย 繁體中文

Todos já vimos aqueles perfis que descrevem exatamente o tipo de cara que estão procurando: “Prefiro ruivos peludos que falam espanhol, vão para a academia todo dia e que só fumem cravo.” Mas com que frequência essas pessoas se seguram até encontrar o cara perfeito? Não muito de acordo com um novo estudo recentemente mencionado pelo The Independent.

O estudo, desenvolvido por pesquisadores da Queensland University of Technology, conferiu 41.000 perfis de namoro de pessoas com idades entre 18 e 80 anos. Eles concluíram que a maioria das pessoas que procuram encontros online desistem da sua procura pelo senhor perfeito e acabam ficando com alguém “mais ou menos”.

O autor do estudo, Stephen Whyte, explicou:

“Observamos se as pessoas de fato contatam as pessoas que preenchem os requisitos de par ideal que elas colocam nos perfis, e nossas descobertas mostram que não. Apontar uma preferência do que você está procurando parece ter pouca ou nenhuma influência nas características das pessoas que você realmente contata.”

Whyte afirma que até mesmo as pessoas que fazem uma lista do que seria seu par perfeito parecem “mais do que contentes” de conversar com quem não tem nada a ver com seu par ideal. Que isso sirva de lição para as pessoas que se sentem intimidadas por essa listas de exigências.

Alguns fatores diferentes podem explicar as conclusões do estudo—quantos ruivos musculosos que falam espanhol, e fumam cravos realmente existem por aí, afinal? Mas é mais provável que as pessoas acabem ficando com pares não tão ideais porque encontrar o seu par dos sonhos dá muito trabalho. Por que passar dias sem fim procurando por uma coisa específica quando se tem muitas opções por aí que valem a pena?

 

Traduzido por Rafael Lessa.