Após um Ataque Homofóbico Brutal em Milão, Uma das Vítimas Se Pronuncia

This post is also available in: English Français

Durante a madrugada de sábado para domingo, Michele e Marcello estavam indo para casa após passarem a noite na boate Karma Borgo del Tempo Perso em Milão, Itália, quando se viram cercados por oito homens. Depois desse ataque homofóbico brutal, o site de notícias Gay.it perguntou a Michele o que aconteceu:

“Eram 3:45 da manhã e fomos para o carro depois de passar a noite na boate.” Oito homens italianos chegaram e um deles disse, “Você saiu desse lugar.” Eu só tive tempo para dizer, “Talvez você esteja enganado, a gente não te conhece” e um deles me deu um soco na cara tão forte que eu desmaiei e caí. Quando eu acordei, eles já tinham sumido, eu não vi a agressão ao Marcello. “

O jovem explicou que um amigo, que conseguiu se trancar dentro do carro, testemunhou a cena. De acordo com ele, eles jogaram Marcello no chão, socaram e chutaram ele, e quebraram uma garrafa em seu rosto. Tudo isso aconteceu em um estacionamento a cerca de 500 metros da boate.

A polícia chegou assim como uma ambulância—Marcello teve que passar por uma cirurgia por causa de uma fratura.

A associação milanesa Arcigay exige que esse ataque homofóbico brutal seja investigado a fundo.

Michele concluiu dizendo que ele espera que os homens sejam presos e que a justiça seja feita.

Desejamos a ambos uma recuperação rápida.

 

Traduzido por Rafael Lessa.