Peça LGBT “Bicha Oca” é barrada no dia da sua estreia no Rio

A peça LGBT “Bicha Oca”, que tem apoio do Hornet, foi impedida de estrear no Rio, nesta quinta dia 5. A apresentação aconteceria no Castelinho do Flamengo como divulgamos aqui no site. Com Rodolfo Lima e Hugo Godinho, a peça já estreou diversas temporadas de sucesso em São Paulo e outras cidades do Brasil, contando a história de Alceu, um homossexual velho que tem uma relação conturbada com um gay jovem e cheio de expectativas.

Em declaração pelo Facebook, o elenco disse:

“A temporada da peça ‘Bicha Oca’ no Rio de Janeiro está suspensa por tempo indeterminado. A coordenação do Centro Cultural Municipal Oduvaldo Vianna Filho (Castelinho do Flamengo) informou hoje, no dia da estreia, que o espaço seria interditado por tempo indeterminado devido a uma pane elétrica ocorrida na noite anterior”.

Falamos com Hugo, um dos atores da peça e ele acredita em censura:

“A gente está ainda aqui na expectativa, porque o responsável da Secretaria de Cultura afirma que vai apresentar uma solução. Mas não acreditamos que eles consigam liberar o espaço por questões político-religiosas. É provável que tenhamos que cancelar tudo”.

Em vídeo feito em sua página no Facebook, Hugo mostra que nunca houve pane elétrica no espaço e consegue mostrar luzes acesas e gente trabalhando dentro das salas. Não houve um pronunciamento sobre censura. Por enquanto, todos aguardam uma posição da Secretaria de Cultura e do Castelinho do Flamengo que no ano passado sediou a estreia da “Ocupação Rio Diversidade”.