O cara do mês de setembro chegou e a gente está aqui babando

This post is also available in: English

O cara do mês do Hornet chegou e setembro estreia com Caio Araujo, de 42 anos, que tirou (quase toda) a roupa pra gente e, claro, falou um pouco sobre sua vida. Caio também vai poder ser visto na nossa nova campanha instalada nas escadas do metrô Consolação além de anunciar nossas novas redes sociais a partir de amanhã. Agora é hora de curtir esse lindo!

Me formei em arquitetura, mas trabalho como professor de inglês para executivos. Sempre gostei de idiomas, então fiz uma pós-graduação em tradução. Adoro ensinar, explicar as coisas e de trabalhar com pessoas, então como sempre tem gente interessada em aprender inglês, sempre tem trabalho.

De repente nós ficamos muito interessados em aulas de língua…

Nasci em Uberaba, mas cresci em Foz do Iguaçu, e depois de mais um retorno a Uberaba, Sampa me chamou. Vim fazer faculdade e nunca mais saí desta cidade. Hoje, aos 42 anos, acho que sou mais paulistano do que mineiro ou paranaense.

Não queremos mais que ele saia daqui, não é?!

Eu era super magro. Comecei a malhar com 25 anos e não parei mais. A gente vai vendo o resultado e também tem a preocupação com a saúde. Já fiz algumas fotos para amigos fotógrafos, mas não tenho trabalhos profissionais como modelo. Talvez agora eu me anime, quem sabe…

A gente já está animado por você, pode ter certeza.

Gosto de ler sobre psicologia, sociologia, filosofia e gosto muito de desenhar. Estou um pouco enferrujado porque não trabalho tanto com arquitetura e, quando trabalho, é geralmente desenho no computador.

Podemos ajudá-lo a desenferrujar…

Procuro estar sempre inteirado das notícias da comunidade LGBT. Acho um absurdo que em pleno 2017 a orientação sexual e gênero das pessoas seja uma questão a ser discutida, criticada, posta em dúvida, proibida.

Não paramos de concordar, Caio.

No Hornet eu já arrumei um pouco de tudo. Paqueras, namoro e amizades. Acredito que possamos encontrar o amor no aplicativo sim, relacionamentos duradouros com pessoas bacanas. Tenho vários amigos que namoram e se conheceram por lá. Acho que o aplicativo é um reflexo da vida real.

Qual o nick dele mesmo?

Eu não gosto de me sentir preso. Isso não quer dizer que não queira namorar ou ter um relacionamento. Mas se o relacionamento for te limitar, em qualquer aspecto da sua vida, não acho que funciona para mim. Ah, no sexo, acho que tem hora para as duas coisas, carinho e uma pagada mais hard.

Alguém aí vai ficar com ciúmes?

Na vida, me arrependo de decisões impulsivas que tomei no passado. Agora que estou mais velho, estou tentando ser mais racional do que emocional. É difícil, mas estou aprendendo aos poucos.

Ninguém percebeu que já está mais velho.

Quer ser o cara do mês no Hornet?

Deixa um comentário e seu e-mail e quem sabe você aparece por aqui.