Conheça 4 estratégias para reduzir o HIV em todo o mundo

This post is also available in: English Español Français ไทย 繁體中文

Os homens gays na Europa continuam a ser impactados desproporcionalmente pelo HIV. A forma dominante de transmissão do HIV é entre homens que fazem sexo com homens (HSH), mas os países continuam a relatar grandes lacunas em programas voltados para populações de alto risco, como homens gays e migrantes gays. O CDC europeu realizou recentemente uma reunião para identificar quatro idéias poderosas a fim de reduzir as taxas de HIV entre homens gays em todo o mundo.

O Centro Europeu de Prevenção e Controle de Doenças (ECDC, basicamente o CDC europeu) convocou uma reunião do grupo consultivo sobre a prevenção da transmissão sexual de ITS e HIV entre HSH e migrantes. Alex Garner, estrategista sênior de inovação em saúde da Hornet, fez parte da reunião consultiva realizada na semana passada em Estocolmo, na Suécia.

A reunião do CDC europeu apresentou uma oportunidade para discutir e compartilhar experiências de clínicas em toda a Europa que viram uma redução nos novos diagnósticos de HIV entre homossexuais. Um destaque entre eles é a clínica Dean Street clinic de Londres.

Aqui estão 4 estratégias observadas pelo CDC europeu para reduzir o HIV em todo o mundo:

1. Teste rápido e fácil de HIV/STI em centros de testagem

A clínica Dean Street oferece tratamento e prevenção de saúde sexual de última geração adaptados aos homens homossexuais. O HIV está caindo em Londres e é devido a uma combinação de testes iniciais e regulares, tratamento imediato e uso de profilaxias pré-exposição (PrEP), uma medicação que é altamente eficaz na prevenção do HIV.

Veja um vídeo da Dean Street sobre testes clínicos rápidos:

A Dean Street mostra o que pode ser feito se a saúde sexual for centrada em torno da experiência de homens gays, mas tem suas limitações. Os homossexuais não são um grupo monolítico e, portanto, uma resposta aos homens homossexuais deve sempre ser adaptada e ajustada.

2. Soluções adaptadas a populações homossexuais específicas

Para produzir um impacto nessa epidemia, organizações e prestadores de serviços de saúde devem fazer investimentos em homens gays. Num momento em que mais e mais países estão se tornando hostis aos gays, é mais importante do que nunca validar o valor de suas vidas.

Isso inclui ver homens gays como seres humanos completos e inteiros que são capazes de perseguir uma identidade sexual completa e cumprindo, ao mesmo tempo que determinam o que funciona melhor para sua própria saúde.

A experiência única dos migrantes gays na Europa é particularmente importante na formulação de uma resposta de prevenção efetiva. Denis Onyango da Africa Advocacy Foundation se juntou à reunião europeia dos CDC para discutir as barreiras estruturais que os homossexuais migrantes podem enfrentar em toda a Europa e por que é importante criar estratégias que reconheçam e abracem a experiência distintas dos migrantes gays.

 

3. Mais acesso à PrEP e monitoramento médico regular

A PrEP ainda está disponível apenas em alguns países da Europa. Embora a implementação da PrEP em toda a Europa continue a se expandir, o processo tem sido muito lento e, muitas vezes, sem abordar barreiras ao custo ou ao acesso. Os homossexuais em toda a Europa exigem acesso acessível à PrEP diária e monitoramento contínuo por parte dos profissionais de saúde. Não haverá mudança na epidemia até que isso ocorra.

Homens gays continuam sendo impactados de forma desproporcional pelo HIV em toda a Europa, mas os avanços em ciência e tecnologia oferecem ótimas oportunidades para melhorar sua saúde e bem-estar.

 

4. Ajuda dos redes sociais gays

european cdc apps teaser

Os aplicativos de redes sociais gays como Hornet são um dos principais parceiros na resposta ao HIV e às ITS. O Hornet pode fornecer aos homens homossexuais informações precisas e úteis para que eles possam tomar decisões sobre sua saúde. Organizações não governamentais (ONGs) e aplicativos gay podem trabalhar em colaboração para investir na saúde dos homens gays, e isso beneficiaria toda a comunidade.

Os aplicativos de redes sociais gays como Hornet são um dos principais parceiros na resposta ao HIV e às ITS. O Hornet pode fornecer aos homens homossexuais informações precisas e úteis para que eles possam tomar decisões sobre sua saúde. Organizações não governamentais (ONGs) e aplicativos gay podem trabalhar em colaboração para investir na saúde dos homens gays, e isso beneficiaria toda a comunidade.

Imagem em destaque by serefozdemir via iStock