Resultados das eleições francesas: Macron e Le Pen são os finalistas, mas como eles se diferenciam para os LGBTs?

This post is also available in: English Español Français ไทย 繁體中文

Hoje, ao final da primeira rodada, as eleições francesas mostram que os dois finalistas que emergem são Emmanuel Macron e Marine Le Pen, com 23.7% e 21.7% dos votos, respectivamente (votos calculados pela Televisão Francesa).

Aqui apresentamos suas propostas sobre questões LGBT, tal como foram escritas no seu programa.

Emmanuel Macron (Em Movimento!)

french election macronPara sua primeira participação em uma eleição presidencial, é louvável que ele já surja em primeiro lugar. Emmanuel Macron, 39, um candidato da direita-central, foi o grande vencedor entre os usuários masculinos do Hornet para a próxima eleição. Mais de 3.200 usuários do aplicativo responderam e Macron obteve 38.1% dos votos no primeiro turno. Curiosamente nossa pesquisa ocorreu pouco depois de Macron ter feito uma declaração “Demonstração para todos”, aparentemente em apoio ao casamento gay dos oponentes dizendo que eles haviam sido humilhados durante a presidência da Hollande. Como candidato mais jovem, Macron tenta agradar tanto a esquerda quanto a direita, sobre questões LGBT, seu programa ainda é silencioso, embora alguns dias antes da primeira rodada, ele tenha publicado uma “carta aberta à comunidade LGBT” em seu site detalhando os passos que ele tomaria caso ele fosse eleito presidente. Reconhecendo que a liberdade de ser quem somos está longe de ser adquirida pelos LGBT, Macron diz que ele que pretende ser “intolerante” com o ódio. Isso ocorre nas escolas, através da formação de funcionários públicos e da luta contra a discriminação. A carta reafirmou seu apoio à abertura da PMA (Procuração Médica Assistida) para casais de lésbicas após conselhos éticos. Macron também reiterou sua oposição ao GPA, mas prometeu que crianças nascidas de mães de aluguel seriam reconhecidas no registro civil.

Durante seu comício em 19 de abril, o programa de TV kisscam filmou vários casais gays.

Marine Le Pen (Frente Nacional)

french election results le penLe Pen, 48, liderava as pesquisas para a primeira rodada (e ficou em segundo lugar em nossa consulta), embora venha tentando, há vários anos, oferecer uma imagem gay-friendly. Mas sua plataforma emergiu como a mais violenta e anti-igualdade de todos os candidatos principais.

O compromisso nº 87, no catálogo de 144 medidas apresentadas no início de fevereiro, é dedicado às questões LGBT.

“Em face da pressão das autoridades supranacionais, manteremos a proibição do GPA e reservaremos o PMA como uma resposta médica a problemas de infertilidade. Criaremos uma união civil (PACS reforçada) que irá substituir as disposições da lei Taubira sem efeito retroativo”.

Se Le Pen prevalecesse na segunda rodada, o casamento entre pessoas do mesmo sexo seria abolido, sem novos direitos previstos.

O que vem depois?

A segunda rodada da eleição presidencial francesa se dará em 15 dias, no domingo, 7 de maio.

Em seguida, as eleições legislativas para escolher os 577 deputados da nova Assembléia Nacional serão realizadas em 11 e 18 de junho.