ESTUDO: Ah, Não! Bissexuais São Mais Pobres, Menos Educados e Fumam Mais!

ESTUDO: Ah, Não! Bissexuais São Mais Pobres, Menos Educados e Fumam Mais!

Be first to like this.

This post is also available in: Deutsch English

Resultados de um estudo conduzido por sociólogos da Universidade de Rice indicam que bissexuais em média enfrentam saúde mais fraca, ganham menos, geralmente não terminam o ensino superior e fumam mais cigarros — caramba!

O relatório “Uma Nova Peça do Quebra-Cabeça: Orientação Sexual, Gênero e Estado de Saúde Física” analisou a percepção de saúde geral e fatores contribuintes entre 10.218 gays, lésbicas e bissexuais, junto com 405.145 heterossexuais. Os bissexuais foram piores do que heterossexuais e homossexuais em todas as categorias.

Além de ficar em cima do muro do ponto de vista sexual, bissexuais também dançam sobre o muro da pobreza — 39,5 por cento de homens bi e 42,5 por cento de mulheres bi ganham menos de $25.000 por ano, o que provavelmente influencia em quase 20 por cento de todos os bissexuais reportando saúde fraca. Ah, e menos de um terço dos bissexuais conseguem um diploma universitário.

Justin Denney, um assistente de professor de sociologia na Rice, compartilhou algumas ideias sobre os resultados:

“Se os bissexuais são minorias dentro das minorias e enfrentam formas de discriminação únicas e mais extremas, isso poderia contribuir com desigualdades em coisas como salário, nível educacional, a propensão de fumar cigarros e outros fatores que afetam o bem-estar.”

E no topo de tudo isso, bissexuais ainda enfrentam muita discriminação, até mesmo de gays e lésbicas, que acham que eles podem simplesmente esconder sua sexualidade sempre que quiserem. Considerando a bifobia, é uma surpresa que eles continuem no armário quase seis vezes mais do que gays e lésbicas?

(imagem em destaque via Caitlyn Childs)

Related Stories

Ludmilla faz post contra lockdown, apaga e tenta se explicar
Parlamentar canadense aparece pelado em videoconferência da Câmara
Elliot Page diz que sabia que queria ser um menino desde os nove anos
Cinco momentos para se evitar engatar um namoro (vídeo)
Quantcast