Galera reúne 4 mil usuários Hornet em comunidade

Galera reúne 4 mil usuários Hornet em comunidade

Be first to like this.

Os meninos Murilo Sakalauskas, Cleber Araká e Rafael Eudes, usuários de aplicativos de encontros, resolveram criar um grupo no Facebook para reunir a galera que queria ir além. Deu certo. Já são quase 4 mil integrantes e olha só, se chama Hornet Boys (Gay).
A ideia era fazer amizades, conhecer gente, interagir e criar mais um canal de contato para quem apenas queria socializar ou até ampliar sua lista de crushes.

“Começamos a divulgar o grupo em nossas páginas pessoais e a galera que estava entrando começou a fazer o mesmo. Perdemos o controle e o grupo começou a andar sozinho”, se orgulha Murilo, que modera o grupo. Não tem meninas, os assuntos do grupo são voltados ao público gay masculino, sem medo.

 “Quando a galera chega de fora, os gringos, principalmente, eles vão ao grupo, porque lá sempre a troca de fotos é facilitada, até porque dá para acessar o perfil pessoal do participante e ver um pouco mais, né. Tem gente de tudo que é canto, mas principalmente meninos que não são o gay-padrão e, por isso, eventualmente alguém aparece lá para tentar bagunçar. Então a gente olha bem o perfil da pessoa antes de aceita-lo”, explica Murilo.

 

A página apresenta divulgação de baladas e todos têm liberdade para postar, podendo até divulgar seus trabalhos.  Os moderadores tentam limitar postagens pesadas e buscam dar espaço a encontros mais casuais, rolês em shopping e praças.

Eles confessam que ainda não estão ligados à questão de representatividade ou causas LGBT e que eles querem é oferecer aos usuários do aplicativo um ambiente adicional de interação. Mas toda ideia é bem-vinda e avaliada com os usuários.

vale a pena dar uma passada lá!

(Imagem em destaque by pixelfit via iStock Photography)

Related Stories

Ryan O’Connell, de Special, criará nova série sobre LGBTs com deficiência
Tiffany Pollard se defende de transfobia sendo mais transfóbica ainda
Jogador de futebol Yann Songoo é expulso após xingamento homofóbico a rival
Vídeo: Casal hétero é visto transando à luz do dia em praia de Aracajú
Quantcast