O Criador do ‘BoJack Horseman’ detona Jared Leto por transfobia em episódio de dois minutos

This post is also available in: English Español ไทย 繁體中文

Raphael Bob-Waksberg, o criador e diretor da série de desenhos animados da Netflix, BoJack Horseman, sentou-se com Marc Fennell no festival inaugural Video Junkee. A conversa esbarrou no ator Jared Leto, e Bob-Waksberg entrou.

Bob-Waksberg falou sobre o seu show, uma série de animação para adultos que mostra Will Arnett como personagem principal com Amy Sedaris, Alison Brie, Paul F. Tompkins e Aaron Paul.

A série ocorre principalmente em Hollywood em um mundo alternativo onde humanos e animais antropomórficos vivem lado a lado. BoJack Horseman, estrela dos anos 90, planeja seu grande retorno como celebridade com uma autobiografia reveladora.

BoJack Horseman satiriza Hollywood, cultura de celebridades, abuso de drogas, ansiedade e indústria cinematográfica. A série faz muitas referências de cultura pop e paródias, algumas que são bastante pesadas quando o assunto são personalidades da vida real.

Mas nada foi mais mordaz do que aconteceu no momento da entrevista.

Durante uma audiência Q&A, um fã perguntou a Bob-Wakserg se havia alguma celebridade que ele realmente adorai detonar. A resposta é sim: o ator ganhador do Oscar, Jared Leto.

“Nós temos uma linha na nova temporada sobre Jared Leto”, ele respondeu. “Porque, como é foda aquele cara… eu não gosto dele. Eu não gosto dele! Eu sinto que ele ainda está se afastando da personagem de “My so-called life”. E simplesmente porque quer”.

Fennell respondeu: “E Requiem for a Dream.”

Para o qual Bob-Waskberg cordialmente responde. “Ele esteve ótimo no filme.”

É aqui que toda a cordialidade acaba:

“Minha linha sobre Jared Leto, que não está no episódio, mas apenas o que eu digo sobre ele nas conversas é:” O mais legal que Jared Leto já fez foi ter sido socado no rosto por Edward Norton no Clube da Luta”.

“Ele realmente… ele me irrita. Toda essa coisa de “somos caras maus, somos caras legais”, seja o que quer que seja, é uma besteira… Ele enviaria, tipo, camisinhas usadas e porcos mortos a outros atores como um estranho método. É tipo, o que diabos isso ajuda? O que você está fazendo?

“Você respeita muito o personagem do Coringa. Você deve habitá-lo. E ele é literalmente o pior Coringa que vimos. Houve tantos e você é o pior. Você acha que ajudou?

“A propósito, também, quando ele esteve em ‘Clube de Compras Dallas’, interpretando um personagem trans que morreu de AIDS – não uma pessoa real, mas ainda – ele fez entrevistas e disse:’ Que criatura gloriosa’. Não é uma porra de uma  criatura! É uma pessoa, seu cuzão. Ele fez piadas como “eu tive que raspar as pernas. hahaha”. Não é fofo, seu idiota.

“Ele que se foda.

“Você vai assistir a nova temporada agora, esperando sua aparição, Jared Leto – e está no final, é o último episódio e quase não é nada – e você penser, ‘Isso é tudo o que ele disse?’

“Assim como Eric McCormack, não tem nada sobre ele, mas quando ouvir a linha de Jared Leto, saiba que eu quis dizer isso”.