Quantcast
Champions LiGay no Rio de Janeiro tem apoio do Hornet Esportes

Champions LiGay no Rio de Janeiro tem apoio do Hornet

Written by Marcio Rolim on November 11, 2017
Be first to like this.

A cidade maravilhosa será sede da Champions LiGay, primeiro campeonato brasileiro de futebol gay que vai acontecer no próximo dia 25.

A competição vai rolar no complexo Esportivo Rio Sport Center na Barra da Tijuca e reunirá oito times de todo país em luta contra a homofobia e claro, pela disputa taça. Os times que participarão do campeonato são: Beescats Soccer Boys (RJ), Bharbixas (BH), F. C. G. Bravus (DF), Alligaytors FC (RJ), Futebol Magia (RS), Sereyos Magia Desportos (SC), Futeboys São Paulo FC e Unicorns F.C (ambos de SP).

A bola vai rolar das das 13h às 19h terminando com time campeão levantando a taça, seguido de uma festa ao som do grupo “Candybloco” que vai tocar os maiores sucessos das divas pop em ritmos brasileiros a partir das 20h.

 

LEIA TAMBÉM | Time de futebol gay sofre ataque homofóbico na web

Além da realização do primeiro campeonato brasileiro gay, o evento contará com uma praça de alimentação, presença de FoodBike e bar além de pista de dança com performances musicais de rag-queens, uma mini-feira hype, diversos sorteios de brindes e uma quadra extra (grama sintética) liberada para quem for ao evento e quiser jogar futebol. Durante a festa vão estar disponíveis cadeiras de massagens para dar uma relaxada entre um jogo e outro e a Barbearia Granado estará disponível para atender àqueles que desejarem fazer a barba gratuitamente.

DJ´s badalados na cena carioca como Leo Gattuso, Gustavo Bresciani, Luis Totti, Gael Augusto e Pedro Gariani prometem arrasar nos pick ups durante todo o evento que é gratuito, apenas o ingresso para a festa de encerramento será vendido ao preço de R$30,00 e deve ser adquirido pelo site.

LEIA TAMBÉM | Taça Hornet de futebol da diversidade reuniu mais de 500 pessoas

“O evento foi criado como ferramenta de militância para provar que gay pode sim jogar futebol normalmente. Contudo, a gente só alcança este objetivo depois que conseguir uma visibilidade. Eu espero que daqui a 10 anos não precise mais ter movimento como esse, que a próxima geração lide com o tema homofobia no futebol como algo do passado e que a sexualidade das pessoas não importe”, afirma André Machado, fundador do Bees Cats e organizador da Champions LiGay.

São esperadas em torno de 600 pessoas no dia do evento e o Hornet é um dos apoiadores principais marcando presença em diversas ações culturais LGBT.

Read more stories by just signing up

or Download the App to read the latest stories

Already a member? Log in
Português
  • English
  • Français
  • Español
  • ไทย
  • 繁體中文