Lindsay Lohan pede que deixem o predador sexual Harvey Weinstein em paz

This post is also available in: English

Lindsay Lohan postou um vídeo no Instagram direto do seu banheiro em Dubai onde ela manifestou apoio a Harvey Weinstein em meio a várias alegações de abuso sexual contra ele.

“Oi, aqui é a Lindsay Lohan,” a atriz de 31 anos disse nos vídeos que foram deletados. “Estou em Dubai, em casa, e eu me sinto muito mal pelo Harvey Weinstein no momento, eu não acho que seja certo o que está acontecendo.”

O vídeo de 26 segundos fica preto e branco, com um smiley com aureola com “Harvey” escrito em vermelho na parte superior. “Eu acho que a Georgina precisa se posicionar e apoiar seu marido,” continuou Lohan.

Georgina Chapman, esposa de Weinstein, falou para a People ontem que estava se separando.

Em uma declaração à People, Chapman disse, “Meu coração parte por todas essa mulheres que sofreram tremenda dor por causa desses atos imperdoáveis. Eu escolhi deixar meu marido. Cuidar dos meus filhos mais novos é a minha prioridade e eu peço privacidade à mídia nesse momento.”

Em seu vídeo, Lohan continuou, “E ele nunca me fez mal ou fez algo errado comigo. Fizemos vários filmes juntos, e então eu acho que todo mundo devia parar. Eu acho que é errado. Então se posicione.”

Lohan estrelou em dois filmes distribuídos pela The Weinstein Company. Um foi o filme de 2006 Bobby, sobre o assassinato de Robert F. Kennedy, e o outro foi a paródia Todo Mundo em Pânico 5 (Scary Movie 5) de 2013, onde ela interpretou ela mesma.

O escândalo envolvendo Harvey Weinstein continua a ficar cada vez mais pesado conforme mais mulheres estão se pronunciando contra o magnata do cinema com mais alegações de assédio sexual e até estupro. A empresa dele o demitiu, provavelmente vai ser renomeada e recentemente se retirou do Outfest’s Legacy Awards, um evento do cinema LGBTQ.

No entanto, outra pessoa está se pronunciando dizendo que não devíamos nos “importar” sobre o abuso de poder de Weinstein, e essa pessoa é o astro pornô Jake Porter.

O modelo de cueca da Andrew Christian e estrela do Men.com usou o Twitter ontem a tarde para falar para seus fãs que ele “tá pouco se fodendo para Harvey Weinstein” porque “não tem nada a ver com o que está acontecendo no mundo real.”

Conforme o Str8UpGayPorn (link NSFW) constatou: Não deveria ser uma surpresa que acusações de abuso sexual e estupro não são importantes e não são parte do “mundo real” para alguém como Jake Porter, porque ele tem sido há tempos um apoiador de um outro suposto estuprador, Donald Trump, assim como um grande defensor do notório misógino e troll da internet profissional Milo Yiannopoulos.

 

Traduzido por Rafael Lessa.