Nossas Previsões para o Terceiro Filme (Não Confirmado) de ‘Sex and the City’

This post is also available in: English

Os rumores de longa data de outro filme de Sex and the City começaram a surgir de novo. Logo após a confirmação da nova temporada da sua série na HBO, Divorce, Sarah Jessica Parker disse à Press Association que o retorno de SATC permanece uma “possibilidade.”

“Eu não acho que nenhuma de nós disse não,” afirmou ao The Guardian. “Eu não sei se é uma série ou um filme. Eu acho que isso permanece uma questão e uma discussão em aberto que vai continuar até ser resolvida. Eu acho que sempre é uma possibilidade, com certeza.”

Se isso não for o suficiente para fãs insatisfeitos da sequência, há dois anos Parker e o produtor da série disseram à Harper’s Bazaar que eles tinham um enredo. De qualquer forma, esse rumor ganha mais e mais destaque a cada ano.

Por mais que os fãs e os críticos tenham pensamentos variados (na maioria negativos) sobre Sex And The City 2, um terceiro filme é necessário e aqui o porquê: No final de SATC 2, nós vemos cada personagem voltar a sua vida normal depois de retornar de uma viagem louca e dos sonhos para Abu Dhabi. Miranda entra em um novo escritório de advogados, Samantha dá continuidade a um encontro que tinha dado errado, Charlotte comemora o terceiro aniversário da sua filhinha Rose, enquanto Carrie e Big se acostumam confortavelmente à vida de casados.

Não é como se algo estivesse pendente, mas seria interessante ver como a vida das nossas quatro personagens com arquétipos perfeitos se desenvolveram desde que as vimos pela última vez em 2010. Vamos imaginar o que aconteceria em um terceiro filme? 

samantha-jones

Samantha Jones

Como a mais velha e mais sincera do grupo, seu principal interesse romântico é o sexo. Pelas temporadas, nós vemos ela manter uma empresa de sucesso de relações públicas enquanto transa o tanto que é possível em New York. No final da séria, Samantha é diagnosticada com câncer de mama e finalmente encontra amor na forma de um ator off-Broadway que se transforma em uma estrela global, Smith Jerrod — mas o relacionamento dá ruim no primeiro filme de SATC.

De volta a sua velha forma, Samantha continua de onde parou na sequência quando a vemos transando pela última vez no capô de uma Mercedes Benz G-Class. Mas o que a nossa autoproclamada “try-sexual (que tenta de tudo)”  tem feito desde então?

Samantha provavelmente vendeu sua empresa de relações públicas e continua a morar em NYC no Meatpacking District. Ela agora empresta seu nome para caridade e eventos beneficentes ligados à conscientização do câncer de mama. Apesar de ainda ter homens na palma da mão, ela quer outro relacionamento — mas ela não tem certeza se é com Smith Jerrod ou um novo homem que ela conheceu online (uau).

charlotte-york

Charlotte York-Goldenblatt

Como a amiga que foca mais no amor e na emoção quando se trata de relacionamentos, essa marchand passa o seriado procurando desesperadamente o “amor verdadeiro” pelo Upper East Side. Ela encontra amor da maneira mais dramática — Trey McDougal a salva de ser atropelada por um táxi e foi amor à primeira vista. Após lidar com impotência sexual e dificuldades para engravidar, Charlotte e Trey se divorciam.

Charlotte acaba se apaixonando pelo seu advogado do divórcio, Harry Goldenblatt, mas a gravidez se torna uma dificuldade novamente; dessa vez, no entanto, o amor do seu marido a mantém com o pé no chão. No final da série, Charlotte e Harry adotam um bebê da China.

Avançando para o SATC 2: Charlotte é a mãe de duas crianças com um marido feliz. E agora? Bem, por agora, Charlotte com certeza seria a mãe superstar do Upper East Side vivendo a vida pós-Primates of Park Avenue, o livro de Wednesday Martin que revela tudo. As filhas dela, Lily (12) e Rose (9) devem ter sido matriculadas em uma escola só para garotas — mas seria ótimo ver como as duas crianças cresceram e amadureceram em um mundo saturado de tecnologia.

mirandahobbes

Miranda Hobbes

Miranda sempre teve uma personalidade tipo A, uma advogada focada na carreira, com sua visão extremamente cínica dos homens e relacionamentos que é o oposto de como ela age com a sua melhor amiga Carrie (ou seja, como a voz da razão e uma verdadeira confidente). Miranda passa por uma série de relacionamentos, tem um bebê com um bartender que ela via apenas como uma ficada de uma noite só, e finalmente acaba com o pai do seu filho, Steve Brady (o bartender citado anteriormente).

No primeiro filme de SATC, Steve admite estar tendo um caso — Miranda exige que ele saia de casa e depois de um ano de terapia, ela e Steve se reconciliam poeticamente na Brooklyn Bridge (o ponto bem no meio do caminho de suas respectivas casas). Agora que é 2016, Miranda e Steve estão mais apaixonados do que nunca, apesar de que Miranda encontrou um novo amor… Netflix, um substituto apropriado para a sua obsessão anterior, TiVo (Viva o início dos anos 2000!). Steve está pensando em expandir seus negócios com o bar e o casal também está com dificuldades para entender seu filho, Brady, que continua a se afastar do casal. Poderia ser uma subtrama sobre sair do armário? Ou ele está sendo apenas um adolescente desafiador?

carriebradshaw

Carrie Bradshaw

A garota que se mudou para NYC por amor encontrou algo maior do que ela esperava. Uma colunista do jornal fictício The New York Star, a coluna de Carrie era centrada ao redor das suas conquistas sexuais e as das suas melhores amigas (Miranda, Charlotte e Samantha). A coluna da Carrie acaba virando um livro e ela começa a realizar trabalhos como freelance para a Vogue.

Notoriamente conduzida por suas emoções, Carrie passa de um relacionamento fracassado para outro, mas acaba casando com seu amor verdadeiro, John James Preston, mais conhecido como “Mr. Big.” Agora que é 2016, Carrie e Big estão se preparando para comemorar o aniversário de oito anos de casamento enquanto Carrie está no processo criativo de escrever um novo livro e promovendo seu último livro lançado. Carrie também é confrontada pela ideia de expandir seu público via blog e mídia social, um conceito do qual tem receios por ser uma romântica mais pessoal.

O pano de fundo para o terceiro filme será a nossa quinta mulher estilosa — a própria New York City! Ao contrário do segundo filme, a maior parte de SATC 3 não vai ser uma viagem só das garotas. Manter as raízes em NYC vai quase compensar o glamour exagerado do segundo filme. Afinal, SATC veio de um começo humilde e se tornou esse franchise icônico global que é hoje, portanto um terceiro filme tem que acontecer!

Mas assim como Sarah disse a Andy Cohen em Watch What Happens Live, ela não é capaz de colocar a probabilidade do terceiro filme de SATC acontecer em porcentagem: “Existe essa coisa antiga chamada gaveta de aquecimento, e ela mantém o prato quente para que quando o prato principal for servido, a comida continua quente,” afirmou. “Então eu tenho dito que está na gaveta de aquecimento.”