Os 10 Atletas Profissionais Mais Gostosos Que Também São Aliados LGBT

This post is also available in: English

Atletas profissionais não nem o melhor histórico com relação a respeitar a comunidade LGBT. Atletas foram conhecidos por terem usado termos homofóbicos e até mesmo declarar que casamento entre o mesmo sexo não deveria ser legalizado (desculpa, cara!). Apesar dos opressores ocasionais, encontramos 10 atletas profissionais, gostosos, heteros, que são aliados da comunidade LGBT.
– – – – –

Kenneth Faried – NBA – Denver Nuggets

Faried foi criado por duas mães gays, e mostrou suporte à comunidade LGBT inúmeras vezes. É foi o primeiro e único jogador do NBA a se unir ao Athlete Ally, uma organização focada em acabar com a homofobia e transfobia nos esportes. Quando Faried se uniu ao Athlete Ally, ele fez o seguinte comentário:
“Eu os respeito, honro e apoio em todos os sentidos. A ligação que eu tenho com eles me fez perceber que eu quero que todos os membros da comunidade LGBT — sejam eles pais, jogadores, treinadores ou fãs — se sintam bem-vindos no NBA e em todas as nossas comunidades.”

O amor conquista tudo! #CasamentoEntreMesmoSexo finalmente legalizado em todos os 50 estados! Estou tão feliz pela #ComunidadeLGBT! Obrigado #SCOTUS #OAmorEstaNoAr

— Kenneth Faried(@KennethFaried35) 26 de junho de 2015

Kenneth Faried, ESPN Body Issue
Imagem via Carlos Serrao

 


Brendon Ayanbadejo – NFL – Baltimore Ravens (Agente Livre)

Brendon Ayanbadejo é um embaixador da Athlete Ally. Desde 2009, ele suporta publicamente o casamento entre o mesmo sexo. Em 2013, ele e o punter do Minnesota Vikings, Chris Kluwe, solicitou uma Amicus Curiae à Suprema Corte dos EUA em suporte ao casamento entre o mesmo sexo.  

– – – – –

Justin Verlander – MLB – Detroit Tigers

O apoio de Verlander pela comunidade LGBT tem sido quieto, mas em uma entrevista de 2013 para a CNN sua resposta a uma pergunta sobre ter um colega de time gay falou por si:
“Não acho que um de nossos jogadores teria medo de se assumir. Temos 25 caras, é uma família, e nosso objetivo é vencer a Série Mundial. Qual é a sua orientação sexual, eu não vejo como isso afetaria o objetivo final de nossa família.”

Had fun walking around ocean drive this afternoon. #miamibitch

A post shared by Justin Verlander (@justinverlander) on


Sean Avery – NHL – New York Rangers (Aposentado)

Sean Avery tem várias discrepâncias de arrepiar em sua história pelo NHL, mas seu suporte à comunidade LGBT é extraordinário. Avery se tornou um membro do comitê da Athlete Ally em 2012. Em maio de 2011, Avery gravou um vídeo para o New Yorkers para a campanha de Casamento Igualitário. Em uma entrevista com o New York Times, Avery disse, “Eu certamente estive cercado pela comunidade gay. E vivendo em Nova York e quando você vive em Los Angeles, você certamente tem muitos amigos gays”.

 

– – – – –

Henrik Lundqvist – NHL – New York Rangers

Em 2013, Lundqvist mostrou seu suporte pela parceria do NHL com o Projeto Você Pode Jogar, uma organização de proteção que luta contra a homofobia nos esportes. Lundqvist disse ao New York Daily News que ele apoiaria um colega de time gay e:
“Eu acho que é importante que todos saibam que nós respeitamos todo mundo. Todos merecem jogar esse jogo, não importa quem você é. Não é uma discussão para mim. Deveria estar lá. Acho que deveríamos abraçar isso e apoiar.”

 – – – – –

Michael Irvin – NFL – Dallas Cowboys (Aposentado)

Em julho de 2011, Michael Irvin apareceu sem camisa na capa da Revista Out. Na revista, Irvin discutiu, pela primeira vez, como seu suporte à comunidade LGBT brotou de seu irmão gay Vaughn, que morreu de câncer de estômago. Irvin descobriu sobre a orientação sexual de seu irmão nos anos 70, e seu pai o ajudou a aprender uma forma tolerante de Cristianismo. Irvin acredita que mais afro-americanos deveriam se unir ao casamento igualitário, visto que eles têm um histórico de serem discriminados também.
Michael Irvin, Out Magazine
– – – – –

Sergio Martinez  – Boxeador

Em 2011, Sergio Martinez gravou um vídeo da série ‘It Gets Better’ para o Projeto Trevor. Martinez é ativo em campanhas e causas apoiando a ajuda a crianças que sofrem bullying e o fim da violência contra as mulheres também.
sergio-martinez, lgbt ally, athlete, boxer, naked, espn, body issue
 – – – – –

Rick Fox – NBA – Los Angeles Lakers (Aposentado)

Rick Fox é a verdadeira definição de uma raposa prateada, e, acima de sua ótima aparência, ele é um defensor das pessoas LGBT. Fox admite que ele não conhecia muito sobre a comunidade gay até depois de sua aposentadoria, e trabalhar em Hollywood ajudou a abrir sua mente:
“Eu só sei que conforme eu evoluí como um ator estando em Hollywood e trabalhando com homens e mulheres gays, o entendimento da comunidade em si, me ajudou a entender o quão difícil tem sido para homens e mulheres gays de viverem e o quão cobertos eles viveram por tantos anos. Então eu olho para eles e penso que houveram, tem que ter havido homens e mulheres gays que não se sentiram seguros para se expressarem (nos esportes profissionais).”

– – – – –

Michael Strahan – NFL – New York Giants (Aposentado)

Durante seu divórcio em 2006, a ex-esposa de Strahan o acusou de muitas coisas, inclusive negligenciar seus filhos e ser gay. Ao invés de negar os rumores, Strahan disse ao New York Daily News que embora ele não fosse gay, ele mora em Nova York e tem vários amigos gays: “Se você não consegue aceitar as pessoas sendo pessoas, então não te interessa estar aqui”.
Não relacionado: eu mencionei que a participação dele em Magic Mike XXL  me despertou sexualmente?
michael strahan, athletes
– – – – –

Cristiano Ronaldo – MLS – Real Madrid

Em 2009, Cristiano Ronaldo falou sobre o casamento entre o mesmo sexo em seu país de origem, Portugal, durante entrevistas para a Copa do Mundo. Ronaldo disse aos repórteres, “Devemos respeitar as escolher feitas por qualquer um, porque apesar de tudo, todos os cidadãos deveriam ter exatamente os mesmos direitos e responsabilidades”.

 

Siesta

A post shared by Cristiano Ronaldo (@cristiano) on

(imagem em destaque via Real Madrid)

Comments are closed.