Pênis humano está encolhendo, dizem cientistas, entenda o porquê

Pênis humano está encolhendo, dizem cientistas, entenda o porquê

Be first to like this.

Como se os incêndios florestais e o derretimento das calotas polares não fossem suficientes para mantê-lo acordado à noite, aqui está um novo pesadelo: o aquecimento global está chegando para o pênis humano. Exatamente, o responsável por essa façanha é o clima que estamos transformando a cada dia.

De acordo com a importante epidemiologista e cientista ambiental, Dra. Shanna Swan, o pênis humano ao redor do mundo está diminuindo e a poluição é a culpada. A humanidade está enfrentando uma “crise existencial”, ela explica em seu novo livro que fala sobre como nosso mundo moderno está ameaçando a contagem de espermatozoides, alterando o desenvolvimento reprodutivo masculino e feminino e impelindo o futuro da raça humana.

Tudo se resume ao flalatos, um produto químico usado na fabricação de plásticos que impacta o sistema endócrino produtor de hormônios. Por causa dessa poluição, diz a Dra. Swan, as taxas de fertilidade estão caindo rapidamente – e um número crescente de bebês está nascendo com pênis menores.

A pesquisadora falou com o Pink News sobre seu achado: “Os produtos químicos em nosso ambiente e as práticas de estilo de vida pouco saudáveis ​​em nosso mundo moderno estão perturbando nosso equilíbrio hormonal, causando vários graus de destruição reprodutiva”, ela escreve no livro.

“Em algumas partes do mundo, a mulher média de vinte e poucos anos hoje é menos fértil do que sua avó era aos 35″, diz a pesquisadora que é professora de medicina ambiental e saúde pública no Hospital Mount Sinai na cidade de Nova York e que baseou seu trabalho em uma série de estudos revisados ​​por pares.

Ela começou sua pesquisa examinando a síndrome do flalato em ratos cujos fetos foram expostos à substância química. Ela descobriu que os bebês ratos tinham maior probabilidade de nascer com os órgãos genitais encolhidos e o mesmo acontecia com os bebês humanos do sexo masculino.

Isso porque os flalatos imitam o estrogênio e interrompem a produção natural de hormônios no corpo humano, o que os pesquisadores associam à interferência no desenvolvimento sexual em bebês e no comportamento do pênis humano adulto. E aqui está mais uma má notícia: esses produtos químicos também têm um impacto nos níveis de libido.

“Sim, encontramos uma relação entre os níveis de flalato das mulheres e sua satisfação sexual”, disse o Dr. Swan ao The Intercept. “E pesquisadores na China descobriram que trabalhadores com níveis mais altos de bisfenol A, comumente conhecido como BPA, no sangue tinham maior probabilidade de ter problemas sexuais, incluindo diminuição do desejo”. Bem, se isso não é um alerta, não sabemos o que é.

Related Stories

Negros perseguidos: o que uma pessoa negra deve fazer se for perseguida sem motivos
Quantcast