‘Power Rangers’ Vai Ser o Primeiro Filme de Super-Herói Americano a Ter um Herói Queer

This post is also available in: English Español Français

O novo filme dos Power Rangers vai inovar no mundo do entretenimento ao ser o primeiro filme de alto orçamento de super-herói com um herói queer.

Para vocês que não cresceram nos anos 90, a série Power Rangers acompanha cinco jovens heróis vestindo armaduras coloridas. Durante a segunda parte do filme, que está para estrear, é revelado que a Ranger Amarela, Trini, tem uma namorada.

O diretor Dean Israelite falou para o The Hollywood Reporter, “Acho que o que é ótimo naquela cena e o que aquela cena propõe para o resto do filme é de que ‘está tudo ok.’ O filme está dizendo que ‘está tudo ok,’ e todos os jovens tem que se aceitar do jeito que são e encontrar sua tribo.”

O live-action de Bela e a Fera (Beauty and the Beast) virou manchete por conter um “momento gay” entre o vilão e seu fã. Mas Power Rangers está pisando no filme da Disney pelo fato de uma de suas personagens principais ser queer, e por ser uma das mocinhas, também.

 

Traduzido por Rafael Lessa.