“A PrEP é um direito de todos” diz o ativista João Geraldo Netto

O ativista gay João Geraldo Netto esteve com o Hornet para dar continuidade à nossa campanha sobre o uso da PrEP e deixou bem claras as diferenças entre prevenção e tratamento além de dar caminhos sobre as maneiras de desmistificar o uso do medicamento como prevenção, bem como sobre relações soro-diferentes e a segurança nessas relações daquele que não vive com o HIV.

Militante e consultor do Departamento de IST, AIDS e hepatites virais e do Ministério da Saúde, João viaja o país ministrando palestras e participando de encontros que debatem a vida de homens gays que vivem com HIV e falando sobre novas formas de prevenção e combate às epidemias.

 

LEIA TAMBÉM | Doutor Maravilha fala com o Hornet sobre PrEP

 

Ele ressalta que o tratamento combinado, ou seja, prevenção somado ao tratamento, em relações soro-diferentes é sempre mais eficaz e dá ao indivíduo que não vivi com HIV  ais uma chance de se prevenir caso o parceiro que vive com HIV possa ter alguma galha em seu tratamento.

 

LEIA TAMBÉM | Conheça pessoas que já usam a PrEP

 

Conversamos com João sobre os estigmas que a nova medicação de prevenção trouxe para a sociedade e perguntamos o que ainda é possível fazer para desmistificar o Truvada e torná-lo simplesmente mais acessível a todos sem que haja medo ou receio dos indivíduos de serem rotulados como homens ou gays que “apenas querem fazer sexo sem proteção”.

O Brasil começa a distribuir a PrEP em dez capitais brasileiras a partir do dia 1 de dezembro gratuitamente pelo SUS e você pode fazer parte desse grupo de pessoas que podem e devem receber a medicação. Leia nossos artigos e se informe. É seu direito ter acesso a  novas tecnologias de prevenção e escolher a forma que melhor se encaixa para sua vida.

 

Assista ao vídeo:

 

(Visited 310 times, 1 visits today)