Schadenfreude Tem um Sabor Tão Doce: Surrador de Gays É Surrado Por Gays

Schadenfreude Tem um Sabor Tão Doce: Surrador de Gays É Surrado Por Gays

Be first to like this.

This post is also available in: English

De vez em quando, você ouve uma história que é tão deliciosamente irônica, que você sente que talvez o arco do universo moral realmente se inclina em direção à justiça. Nós temos uma história dessas hoje, vinda diretamente de SoHo, Nova York, onde um cara que surraria gays acabou com os pés pelas mãos… ou, talvez, um soco na cara.

O Movimento de Novos Direitos Civis está relatando que em 2 de agosto, um adorável colega começou a berrar insultos para Larry e Daniel Lennox-Choate dentro de uma loja de vinhos no bairro de SoHo, em Manhattan. Infelizmente (para o atacante), ele foi o primeiro a acertar um soco em Daniel, motivando o marido de Daniel a entrar em ação.

Como se descobriu depois, Larry e Daniel formam o primeiro casal gay onde ambos se graduaram e casaram na prestigiosa academia militar de West Point, e Daniel serviu no Afeganistão e Iraque.

Como terminou para o atacante? Vamos deixar Larry usar suas próprias palavras de sua página no Facebook:

Em primeiro lugar – estamos bem. Apesar de um lábio inchado e um braço dolorido, estamos bem. O cara que gritou obscenidades anti-gay para nós em uma loja de vinhos antes de dar um soco inesperado no Danny? Ele saiu coberto em seu próprio sangue, com o rabo entre as pernas, depois que eu cuidei da situação e joguei ele na rua como o perdedor covarde que ele é. A divisão de crimes de ódio da Polícia de Nova York está cuidando do caso e temos fé de que teremos um resultado positivo. Nós recusamos ser vítimas e somos gratos por podermos nos defender, mas ficamos tristes pelo fato de que outros idiotas como esse cara talvez não escolham alguém que treinou na Plebe Boxing na próxima vez.

A investigação da Polícia de Nova York ainda não foi encerrada. ha ha, nelson, simpsons, nelson muntz Imagem em destaque via Facebook de Larry Lennox-Choate

Related Stories

Elliot Page diz que sabia que queria ser um menino desde os nove anos
Feminista transfóbica sugere que homens armados usem banheiros femininos
Jogador de futebol Yann Songoo é expulso após xingamento homofóbico a rival
Nigéria: “reto humano não foi feito pra sexo”, diz chefe de instituição de caridade
Quantcast