1ª Parada LGBT da cidade Tiradentes discute Estado Laico e religião

O bairro de São Paulo cidade Tiradentes recebe neste domingo 22 a primeira Parada do Orgulho LGBT, mas a semana já começou com muitos eventos e discussões. Desde o dia 17, quando começo a semana da parada, vem rolando palestras, feiras, filmes, mostras e mesas a fim de orientar a comunidade e integrar pessoas para o grande evento que será no domingo.

O evento tem o objetivo de promover a integração dos diversos segmentos de diversidade sexual, conscientizar a comunidade sobre medidas de prevenção e profilaxia e assumir o orgulho, o respeito e a alegria como instrumentos para lutar contra o preconceito, especialmente de gente em situação de menos privilégio e que vive em áreas periféricas.

Jal Moreno, coordenador da Casa de Cultura Hip-Hop Leste, que colabora com a realização do evento, afirma que a população LGBT dessa região é muito grande e enfrenta dificuldades de aceitação seja dentro da família, seja na escola ou outros setores da sociedade, incluindo a Igreja.

“Por isso, em nossa política de integração, incluímos, na Semana da Parada, palestras e encontros com representantes de diversos segmentos religiosos. Sabemos que discutir o estado laico e a religião é fundamental para que pessoas LGBT sejam menos discriminadas em camadas onde a religião é mais forte”, diz Moreno.

A programação conta com sessão de cinema com a presença do diretor, premiação de personalidades que trabalham em prol da diversidade sexual e, como apoteose, a caminhada, que será encerrada com o show do cantor Jaloo e da MC Xuxu. O Hornet apoia a parada de Tiradentes e vai estar lá conferindo tudo e trazendo todos os detalhes.

 

Confira o que ainda vai rolar até domingo:

Dia 19, às 18h: Diversas Vozes – palestras com personalidades de diversos segmentos religiosos.

Dia 20, às 18h: Premiação Stronger da Diversidade Sexual. Dez personalidades serão premiadas pela Família Stronger, grupo paulista da comunidade LGBTQIA+ que homenageia pessoas físicas e jurídicas que, durante o ano, se destacaram em ações favoráveis à causa da diversidade sexual.

Dia 22, às 12h30: Início da Parada LGBTQIA+, que sai em frente da Emefm Oswaldo Aranha Bandeira de Mello, localizada na Avenida dos Metalúrgicos, 1.155. Revezam-se nos trios elétricos os DJs Giusti, André Pomba, Kenny Freitas, Lorran Ciriaco e Macinni. Foram convidadas também drag queens, como Tchaka, apresentadora oficial da Parada LGBT de São Paulo.

Dia 22, 19h: Show de encerramento na praça em frente à Casa de Cultura Hip-Hop Leste. O cantor Jaloo abre a programação e, às 20h30, é a vez da funkeira MC Xuxu.