Um ‘negão desse tamanho’ pode sim ser gay. Veja vídeo novo dos Valetes

Os meninos do Valetes tiveram um papo sobre racismo e homofobia com o jovem poeta carioca Hebert Vinícius Miranda, o Jump, que gravou um vídeo que viralizou nas redes sociais ao falar sobre a decisão judicial da cura gay. A gravação caseira que ele fez com as rimas geniais ultrapassou meio milhão de visualizações somente no Facebook.

Vinicius contou que usou suas rimas geniais para criticar a decisão da justiça federal de permitir que psicólogos pratiquem a “cura gay”. Morador de Vigário Geral, um dos bairros mais pobres do Rio de Janeiro, Jump falou dos estereótipos que é submetido até hoje por ser negro e gay, a cobrança da sociedade em se manter masculino e criticou políticas que defendem quem fere e mata negros e LGBTs todos os dias.

O que eu mais escutava era ‘um negão desse tamanho gay?’, eu ainda ouço isso todos os dias. Me relaciono com meninos e meninas desde os 13 anos, mas tinha muita dúvida do que eu sentia. Mas acabou que se tornou algo natural pra mim depois de um tempo saber que gosto sim de meninos.

Veja o vídeo completo dos Valetes e siga o canal.