Valetes retrô #3. Assista ao vídeo novo

Para acabar o ano de 2017 com os meninos dos Valetes, chegou a retrospectiva #3 e vamos começar com algo que não foi muito legal, a morte de Itaberli Lozano, assassinado pela própria mãe, fato que ocorreu em 2016, mas só em 2017 veio à tona com toda sua verdade.

Alguns blocos LGBTs foram criados para se impor ao padrão sobre corpos e beleza padrão, como o Tocoxana, Bonitos de corpo e outros, mas os blocos foram invadidos pela galera padrão que acabou por hostilizar os brincantes originais dos blocos. Não foi legal e uma grande discussão que culminou com Danilo Gentili fazendo uma piada com a Alexandra Gurgel do canal Alexandrismos dizendo “comi mais que ela no natal”.

Teve muito macho passando vergonha como José Mayer que agrediu a esposa, teve William Waack demitido por comentários racistas e filha do Silvio santos e Mara Maravilha falando todo tipo de besteira.

Ao redor do mundo a coisa está feita também para os LGBT como na Chechênia que até campo de concentração para gays já existe e o presidente disse que exterminaria todos os gays do país. E como esquecer o ano da cura gay? Ah… esse deu muito o que falar, mas o próprio conselho de psicologia foi contra, para nossa alegria.

Fiquem o vídeo dos meninos que não são reis, nem rapinhas, mas que vão arrebentar em 2018 e o Hornet está junto.

(Visited 17 times, 1 visits today)