Quantcast
Adolescente tenta cortar garganta do homem que conheceu no Grindr e vai preso Escolhas do Editor

Adolescente tenta cortar garganta do homem que conheceu no Grindr e vai preso

Written by Marcio Rolim on April 30, 2019

Adolescente tenta cortar garganta de um homem que ele conheceu no aplicativo de encontros Grindr, mas sua tentativa malsucedida acaba o levando à prisão. A polícia encontrou um manual de várias maneiras que o rapaz possuía para assassinar pessoas.

Chad Gurney, 19, de Leicester, no Reino Unido, escreveu um manual sobre como ele queria cometer o assassinato. Ele listou oito maneiras de atacar sua vítima. Uma das formas incluía cortar a garganta do homem com uma tesoura.

O homem e sua vítima se encontraram em um parque próximo ao Centro de Lazer Alyestone em Leicester para sexo consensual em 29 de julho de 2018. Eles combinaram de se encontrar pelo Grindr. Gurney tentou esfaquear sua vítima pela primeira vez, mas apenas feriu pequenas feridas em sua garganta. Ele então esfaqueou sua vítima pela segunda vez. A vítima conseguiu escapar.

Adolescente tenta cortar garganta
Chad Gurney. Foto: GSN

Gurney se entregou na delegacia da Euston Street. A polícia invadiu sua casa e encontrou um livreto detalhando como ele planejava matar suas vítimas. Eles também encontraram um diário falando sobre querer assassinar pessoas.

Um porta-voz da Polícia de Leicestershire disse: “Ao ser entrevistado por policiais, Gurney também admitiu que tinha feito duas vezes planos para matar outras pessoas. “Em uma ocasião, ele seguiu alguém por cima de uma ponte e ia atacá-lo por trás, mas não conseguiu prosseguir. A segunda vez que ele planejou atrair alguém para um prédio abandonado, mas a pessoa nunca apareceu no local”.

Segundo o site de notícias Gay Star News, em seu diário, no diário de Gurney, também fala sobre já ter matado alguém, mas quando questionado, disse aos policiais que era mentira. Os oficiais realizaram buscas preliminares em relação a isso que se mostraram negativas.

O júri do Leicester Crown Court o condenou em fevereiro. Ele foi preso ontem, 29 de abril e condenado por 13 anos com cinco meses sob licença supervisionada após sua libertação.