Quantcast
André Medeiros reúne conteúdo de seu livro “Flexões” no site “Não Repare a Bagunça” Arte

André Medeiros reúne conteúdo de seu livro “Flexões” no site “Não Repare a Bagunça”

Written by Marcio Rolim on February 11, 2019
Be first to like this.

André Medeiros Martins realiza ensaios de nu desde 2010, lançou o livro FLEXÕES em 2013, e depois de realizar quase 600 ensaios fotográficos resolveu reunir todo seu material em um único espaço. O site Não Repare a Bagunça recria a casa que André morou durante os últimos 10 anos, ali estão todas as histórias, as cenas de sexo, os encontros, o cachorro e um monte de gente pelada que se disponibilizou a participar de seu trabalho.

A produção de conteúdo erótico influencia diretamente na maneira que vemos e lidamos com os nossos corpos e a pauta atual esta muito ligada a questão da representatividade dos corpos padrões X dissidentes. “Tentamos produzir material que construa possibilidades para o desejo: um corpo pode gozar enquanto ri, outro pode sentir tesão no que para muitos é bizarro e, ainda, pode se sentir atraído não somente por um pau. Assim pensamos sobre a pluralidade de interesses e as infinitas flexões dos corpos”, conta André.

Utilizar o sexo explícito como veículo de comunicação é o principal objetivo desse trabalho. O desejo opera diariamente em diferentes circunstâncias e, por meio dos vídeos, Medeiros procura deflagar os vários caminhos da sexualidade e do sexo. “Muitos comentários que recebemos em relação aos vídeo destacam que estes aproximam o sexo e a sexualidade da vida comum ou que geram algum tipo de estranheza, tesão e reflexão. Nesse sentido, a nossa estética se mostra diversa das idealizações normalmente produzidas pela indústria do pornô”.

André Medeiros

É impossível prever a extensão dos atos de censura e opressão de tudo que não seja branco, cis e heterossexual do atual governo, apenas temos certeza que serão anos de muita resistência para poder continuar a existir.

André Medeiros

Como ser anti-fascista e anti-homofóbico por meio das fotos e vídeos publicados no nossos canais?  O fascismo e o preconceito surgem quando oprimimos a diferença, reproduzimos os valores e a estética das pessoas que tem poder e nos colocamos no lugar da certeza e do certo, sem nos abrir para as críticas que vem de pessoas que pensam diferente de nós.

André Medeiros

Pensamos que esse combate ocorre por diferentes vias: (1) por meio do processo de produção de material que seja o mais horizontal e democrático possível, permitindo que a subjetividade de todos que participam emerja com liberdade e acolhimento; (2) pela promoção de uma estética do desejo que seja plural e crie espaço para expressões outras que aquelas típicas de uma sociedade de valores burgueses e cristãos e (3) pela abertura aos comentários e críticas que vem das pessoas que veem os vídeos e as fotos, mantendo-nos abertos e sensíveis e nos reformulando.

Fazendo parte do projeto

O projeto não tem fins lucrativos, nunca gera qualquer tipo de gasto aos participantes e nem tem qualquer financiamento externo. Os custos de produção são investimentos próprios. Basta estar disposto a experimentações e ter interesse neste processo de tentativa de subversão de conteúdo pornográfico. Todo o conteúdo explícito pode ser visto no seu canal no XÍDEOS

Sigam André Medeiros Martins no Twitter 

Read more stories by just signing up

or Download the App to read the latest stories

Already a member? Log in
Português
  • English
  • Français
  • Español
  • ไทย
  • 繁體中文