Bahia para todos: ação pretende lançar camisa com cores LGBT em camisa de time

Bahia para todos: ação pretende lançar camisa com cores LGBT em camisa de time

Be first to like this.

Bahia para todos é uma iniciativa da torcida “LGBTricolor” que irá produzir e vender uma camisa do Bahia com as cores da bandeira LGTB aos adeptos do clube ainda em 2019, segundo o UOL. A ação tem o apoio da instituição esportiva e do Núcleo de Ações Afirmativas, que já participou de outras atividades com o objetivo de acolher minorias.

“A nossa ação é de inclusão, de ampliação de horizontes de diálogo do futebol, inclusão de pessoas que estavam distantes. Nós viemos para ficar, de uma vez por todas. Vamos ocupar os estádios e os espaços do futebol. Queremos contar com o apoio de todos e todas”, explicou ao UoL Onã Rudá, jornalista e criador do LGBTricolor.

Ele ainda contou da própria experiência, o que o levou rumo a esse projeto. “Eu, que sou Bahia desde pequeno, estava distante do clube por causa deste ambiente. Eu me tornei sócio, movimentei a criação da torcida e comuniquei a diretoria.”

A camisa e a proposta da ação teve dezenas de mensagens de apoio no Twitter

Apesar de demonstrar apoio, o clube não está envolvido nesta iniciativa. Unã disse ser “uma aventura” para conseguir fazer o lançamento da camisa. Afinal, embora o Bahia não esteja colocando nenhum tipo de empecilho que possa barrar a ideia, querer utilizar a marca oficial da instituição é uma missão difícil.

“Viemos para ficar. A gente entende que as torcidas organizadas têm a sua história, e nós não queremos confrontá-las, pelo contrário. A gente quer trabalhar junto pelo Bahia. A gente quer atrair um público que se torne sócio e invista no clube”, ressaltou.

Related Stories

Clube de futebol inglês faz história com uniforme inspirado na bandeira LGBTI
Marido de prefeito sofre homofobia ao usar camisa do Corinthians nas redes sociais
Vídeo de Fellipe Bastos repercute na web e LGBTfobia deve ser combatida com ações no futebol
Eduardo Bolsonaro ironiza sigla LGBT e internautas não perdoam: "Faltou o Q de Queiroz"
Quantcast