Quantcast
Bolsonaro declara que não tem nada contra homossexual, mas quer sua casa “em ordem” Política

Bolsonaro declara que não tem nada contra homossexual, mas quer sua casa “em ordem”

Written by Marcio Rolim on March 20, 2019
Be first to like this.

Bolsonaro declara, em vergonhosa passagem pelos EUA, que não tem nada contra homossexuais, mas quer sua casa em ordem. O discurso homofóbico foi proferido em sua entrevista ao canal de TV Americano Fox News, transmitida ao vivo na madrugada desta terça-feira (19).

Jair Bolsonaro foi apresentado pela jornalista Shannon Bream que deixou claro que o presidente tem uma imagem plural e controversa, como alguém que já fez “comentários incompatíveis com os valores americanos”, sobretudo direcionados à comunidade LGBT.

O presidente, em sua defesa, se defendeu, afirmando que os comentários são “tirados de contexto”. “Se eu fosse tudo isso, eu não seria eleito presidente. Há um grande número de notícias falsas, mas a população aprendeu a usar redes sociais e pessoas não mais acreditam nem confiam na imprensa tradicional”, afirmou.

Veja entrevista completa legendada:

A maior contestação de Bolsonaro, se tratando desta questão, é que ele não tem nada contra LGBTs, cada um que viva sua vida. Contudo, quando os ativistas reivindicam direitos: constituir família e políticas sociais, visando perpetrar uma temática que minimize o preconceito, ele sempre se mostra irredutível, denotando incoerência.

O presidente continua e usa preceitos bíblicos como argumentação: “Não tenho nada contra homossexuais nem contra mulheres e não sou xenófobo, mas quero ter minha casa em ordem. A definição de família para mim é uma só, aquela da Bíblia. Se você quer se envolver numa relação homossexual, vá adiante, mas não podemos deixar governo levar isso para a sala de aula e ensinar isso para crianças de cinco anos”, completou.

Recentemente, Bolsonaro reclamou em entrevista coletiva de sua imagem no exterior, a de homofóbico, racista e ditador, imagem que mesmo construiu com suas declarações em seu twitter e que, agora, quer desfazer com políticas internacionais totalmente desencontradas e com entreguismo a governos mais poderosos, como o dos EUA, onde disse que “a maior parte dos imigrantes não tem boas intenções“.

Sua popularidade já caiu em mais de 20% entre seus eleitores. Essa é a hora de perguntar ao eleitores homossexuais de Bolsonaro sobre sua política de governo, o que acham?

 

Read more stories by just signing up

or Download the App to read the latest stories

Already a member? Log in
Português
  • English
  • Français
  • Español
  • ไทย
  • 繁體中文