Quantcast
Homem gay com deficiência arrecada dinheiro para desenvolver brinquedos sexuais para pessoas com deficiências físicas Cultura

Homem gay com deficiência arrecada dinheiro para desenvolver brinquedos sexuais para pessoas com deficiências físicas

Written by Daniel Villarreal on July 14, 2018

Pessoas em cadeiras de rodas e pessoas com outras deficiências físicas gostam de masturbação e auto-prazer como todo mundo. O único problema é que as deficiências físicas podem dificultar o uso de brinquedos sexuais destinados a pessoas fisicamente capazes. Então Andrew Gurza, um “consultor de conscientização da deficiência” gay que hospeda o podcast Disability After Dark e que organiza o evento de orgias para pessoas com deficiência de Toronto desenvolve uma pesquisa de crowdfunding para criar uma linha de brinquedos sexuais desenvolvida especificamente para pessoas com deficiência.

“O prazer sexual é uma parte fundamental do ser humano – alguns diriam até que é um direito ”, diz Gurza. “Enquanto pessoas sãs podem preencher essa necessidade com facilidade, esse não é o caso de pessoas com deficiências (e mobilidade limitada). Muitas vezes, incorretamente assumido como falta de desejo sexual, as pessoas com deficiência acham que suas necessidades raramente são consideradas quando se trata de design de brinquedo sexual.”

brinquedos-sexuais
Por que as pessoas com deficiências físicas têm problemas com a masturbação sem ajuda, de acordo com a pesquisa de Gurza. “Aided Awkardness” refere-se ao constrangimento de pedir a outra pessoa para ajudar na masturbação.

Como parte de sua pesquisa, Gurza entrevistou 58 pessoas com deficiências físicas. Mais da metade de seus entrevistados teve dificuldade em se dar prazer sem ajuda. Aproximadamente 63% disseram que as dificuldades com destreza, aperto, controle muscular e dor nas mãos dificultaram a masturbação por conta própria. Metade dos entrevistados também disse que a variedade atualmente disponível de brinquedos sexuais não atende às suas necessidades.

Considerando este fato de que um a cada cinco americanos tem alguma deficiência, há um enorme mercado para brinquedos sexuais. Na verdade, a pesquisa de Gurza descobriu que “96% das pessoas com deficiência estão interessadas em uma linha de brinquedos sexuais criados com eles em mente.”

Então ele lançou uma campanha no crowdfunding de 15 dólares para financiar essa pesquisa e desenvolvimento de brinquedos. Até a gora a campanha não atingiu mil dólares, infelizmente.

Quando perguntamos a Gurza por que pessoas fisicamente capazes deveriam doar para uma campanha de crowdfunding para desenvolver brinquedos sexuais para pessoas com deficiências físicas, Gurza respondeu: “Pessoas com corpos capazes um dia ficarão incapacitadas, então eles vão querer um brinquedo também. ”

Ele tem razão. Envelhecimento e doença praticamente garantem que todos nós experimentaremos mobilidade reduzida e capacidade física em algum momento. Então, um investimento em sua campanha ajuda a garantir que todos possam se divertir em seus anos dourados.

Clique aqui para doar ao projeto de Gurza e ajudar pessoas com deficiência física a encontrar seu prazer.