Casal denuncia vizinho
Casal denuncia vizinho

Casal denuncia vizinho que fez insultos homofóbicos em Cuiabá

Um alto índice de violência contra LGBT está mais perto do que pensamos, como na vizinhança e até mesmo dentro de casa, por isso reiteramos a importância da denúncia no sentido de coagir atitudes homofóbicas antes de acabem em estatísticas de crime.

Um casal gay de Cuiabá, no Mato Grosso, registrou uma ocorrência de ameaça e injúria mediante ao preconceito motivado por homofobia, na 1ª Delegacia de Polícia da Capital, e está sendo acompanhado pelo Grupo Estadual de Combate aos Crimes de Homofobia (GECCH) da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), nesta segunda-feira (21), após a orientação do órgão. As informações são do Mídia News.

De acordo com declaração de uma das vítimas, ao varrer sua casa no condomínio onde mora, foi atacado por insultos de um vizinho de outra residência no momento que abriu sua porta. O vizinho proferiu ofensas e injúrias contra ele e seu companheiro.

Ainda de acordo com o relato na delegacia, o acusado teria chamado o casal de “aberrações, que afrontavam a família deles, e que não vai acostumar com esse tipo de gente”. Em meio a discussão, a esposa do homem e outro vizinho também se juntaram às ofensas discriminatórias. Apesar de fechar a porta e entrar em casa, os insultos não acabaram.

“Disse que iria bater no comunicante/vítima até que virasse homem, que iria acabar com ele. Que o comunicante/vítima e seu companheiro já estão ali há seis meses, e desde o início foram hostilizados. Que eles querem que o comunicante/vítima e seu companheiro mudem do condomínio”, detalha um trecho do boletim de ocorrência.

A denúncia também foi encaminhada para o Centro de Referência em Direitos Humanos da Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh-MT) para atendimento psicossocial às vítimas. O Conselho Municipal de Atendimento à Diversidade de Cuiabá, pediu ação de proximidade junto ao síndico e moradores do condomínio, visando à conscientização sobre o respeito à diversidade sexual.

O GECCH realiza ações de prevenção aos crimes de homofobia e monitora as denúncias e ocorrências registradas e presta suporte às vítimas.