casal Hornet abril
casal Hornet abril

#CasalHornet voltou! Casal Hornet Abril diz que quer casar e ter filhos e nós estamos ownnnnn!

“O Hornet foi nosso cupido”. Assim o casal Hornet abril Welton Souza, estudante de 28 anos e Weverton Aguiar, professor de balé de 31, começaram essa entrevista. Juntos há 1 anos e meio, os dois contam algumas coisas super legais do casal e falam sobre relação aberta, homofobia, casamento e filhos. Confiram entrevista e fotos dos pombinhos. Já estávamos com saudade dessa coluna! <3

 

casal Hornet abril

Nos conhecemos através do aplicativo. Foi amor ao primeiro clique! Um estava desapontado afetivamente e outro estava “caçando”, mas os dois sem nenhuma expectativa em relação a namoro. O Welton encontrou o meu perfil no Hornet, mandou mensagem e começamos a conversar.

casal Hornet abril

Em uma semana já marcamos o primeiro encontro. Foi simplesmente perfeito! Nós fomos até a Praça do Pôr do Sol, comemos, bebemos, rolaram os primeiros beijos tímidos e intensos e passamos a noite juntos. Voltei para casa com uma sensação que misturava paz e alegria. Quando cheguei havia um e-mail dele dizendo o quanto aquele fim de semana tinha sido especial. É possível sim encontrar o amor da sua vida no aplicativo. Nós somos prova disso.

casal Hornet abril

Relacionamento aberto não é o que queremos. O que não quer dizer que não podemos nos aventurar. Já fizemos um ménage à trois, mas nossa regra é clara e uma só: em casal, tudo, sozinhos, nada. Acreditamos que o namoro moderno é e será cada vez mais singular, cada casal com as suas regras, sua filosofia, seu modo de viver o sexo e o amor. Vivre la liberte!

casal Hornet abril

Quando fui (Welton) conhecer a sogra, em um almoço em família, e eu estava muito nervoso. Uma sobrinha do Weverton pediu para que eu tirasse uma folhinha do calendário que estava na cozinha (aliás, a mãe dele cozinha muito bem!). Não pensei duas vezes. Depois a sapequinha levou a folha até a sogra, que estava na sala. De lá ela perguntou em alto e bom som: “quem tirou a porra dessa folhinha? Não era para tirar!”. Nossa, eu gelei por dentro e por fora! Agora a gente dá gargalhada disso, só que na hora eu fiquei pálido, sem reação. Mas verdade seja dita, a mãe dele é um amor, apoia a gente em tudo. Tive muita sorte.

casal Hornet abril

Queremos casar, ter filhos, adotar alguns cachorros, viajar pelo mundo. O mesmo que a maioria dos casais deseja. Somos liberais e criativos em muitos aspectos, mas também tradicionais e comuns em outros.

casal Hornet abril

Nós dois achamos que a transparência é algo fundamental. É claro que o amor é essencial, mas sem confiança e cumplicidade fica difícil manter qualquer tipo de relacionamento. Mentira e omissão são irmãs gêmeas siamesas.

casal Hornet abril

Já passamos por algumas experiências desagradáveis. No transporte público um senhor ficou incomodado por causa de um simples gesto de carinho. Estávamos de mãos dadas, ele não gostou e começou a falar absurdos do tipo “olha lá, que pouca vergonha! Dois viados de mãos dadas!”. Recentemente, numa viagem para o litoral, enquanto caminhávamos pelo calçadão de mãos dadas, um ciclista gritou “criem vergonha na cara!”. Podem parecer coisas pequenas e bobas, mas essas manifestações de ódio e preconceito machucam. Apesar dos riscos, não podemos nos acovardar! Em tempos sombrios como esse em que vivemos, coragem e amor são a espada e o escudo contra a nefasta intolerância.

 

Você seu mozão se conheceram no app? Querem contar sua história pra gente? Deixem um comentário ou escrevam para este editor que adora histórias de amor!