Quantcast
Catadores ganham casamento homoafetivo após 16 anos de união Web

Catadores ganham casamento homoafetivo após 16 anos de união

Written by Marcio Rolim on July 25, 2018
Be first to like this.

A 2ª edição da Parada LGBTI de Franco da Rocha, em São Paulo (SP), que aconteceu no último domingo (22/07), teve seu momento mais alto quando dois catadores ganham casamento homoafetivo durante a festa em praça pública, um marco para a cidade e para o casal que já vivia junto há mais de 15 anos.

Erica, travesti de 54 anos, e Jorge, homem cis de 49 anos, catadores de reciclagem da cidade, foram os convidados especiais da Prefeitura do município que, em parceria com o Instituto Nice – dedicado a projetos de reinserção social, profissional e a promoção da cidadania de Transexuais, Travestis, Gays, Lésbicas e Bissexuais no Brasil, organizou uma cerimônia em que os dois catadores, muito conhecidos na região pudessem oficializar a união. Os dois vivem do trabalho que fazem com uma carroça catando lixo reciclável para venda. Eles chegam a coletar 400kg de recicláveis por dia com venda garantida a instituições que reciclam e produzem novos materiais.

Catadores ganham casamento homoafetivo

Veléria Rodrigues, presidente do instituto Nice, falou ao E+: “Eu finalmente consegui bater um papo mais demorado com ela, de meia hora. Eu perguntei: ‘Qual é o seu sonho? Diz pra gente. Eu me sinto impotente de não poder fazer algo por uma igual, uma trans’. Ela disse: ‘Meu sonho é me casar, porque eu sinto que não vou durar muito tempo e tenho medo do meu companheiro ficar desamparado e, se a gente se casar, ele poderá ficar assegurado ao menos com um cantinho para ele descansar”.

O Instituto Nice começou uma campanha de doações para oficializar a união dos pombinhos e com o dinheiro arrecadado, os noivos ganham um dia de loja, salão de beleza, vestido de noiva, terno e alianças. Érica chegou ao local da festa em carro de luxo e desfilando em tapete vermelho ao som da tradicional marcha nupcial. A certidão de casamento foi preenchida com o nome de Érica, e a catadora também chegou a receber uma nova certidão de nascimento.

Read more stories by just signing up

or Download the App to read the latest stories

Already a member? Log in