certos rapazes

“Certos rapazes” retrata encontros e relações gays através de aplicativos

A peça “Certos Rapazes, o nosso amor a gente inventa” estreou em maio de 2017, em Belo Horizonte e esta semana chegou a São Paulo para uma temporada. Com indicações para o Prêmio Cenym, da Academia de Artes no Teatro do Brasil: Melhor Texto Original, Melhor Qualidade Artística e Melhor Trilha Adaptada, a peça tem um texto marcante e interpretações viscerais.

Guilherme e Pedro Henrique, interpretados por Rafael Braga e Hugo Caramelo, se conhecem pelo Hornet, se apaixonam e invadem a vida um do outro até que a parte ruim de cada um é revelada: uma vida totalmente aberta e outro que esconde um segredo.

Com uma sintonia sensacional no palco, os dois atores embarcam na paixão dos personagens entre cenas de cueca, beijos quentes e até um nu disfarçado com efeitos de luz. Eles falaram com o Hornet na noite de estreia.

Viemos de uma temporada em Belo Horizonte onde tivemos uma resposta muito positiva do público. O público LGBT precisa ser representado no teatro e essa representação leva ao público hétero o conhecimento sobre gays, sobre as relações gays que são exatamente iguais e isso os surpreende. É legal ver essa resposta, disse o ator Rafael Braga

Independente de orientação sexual, é muito importante fazer uma peça que você transmite algo que vai mudar a ideia na cabeça das pessoas. Tenho tido uma surpresa muito boa, de público e de satisfação profissional com essa personagem, conta Hugo Caramelo.

O teatro tem essa importância, de falar com as pessoas e identificá-las enquanto pessoas, seres sociais. É legal ver gente se vendo nas nossas personagens, se descobrindo ou revelando seus medos e frustrações através do drama das personagens. O fato é que a mentira que permeia a história deles é uma mentira que vive em diversas relações o tempo inteiro, comentam os atores.

A peça tem um roteiro enxuto, cronologia linear e personagens bem resolvidos. Homens gays discutindo um casamento e todos os ônus e bônus que esse acordo traz pra vida de duas pessoas chega a ser um ato político em tempos de deputados homofóbicos e bancadas religiosas tomando o poder.

A estreia teve casa cheia, muitos atores, diretores e casais de homens gays marcaram presença e o Hornet não poderia estar de fora. Confira vídeo dos atores convidando nossos usuários com um super desconto:

Serviço

“Certos rapazes – o nosso amor à gente inventa”

04 a 26 de abril – quartas e quintas-feiras, às 21h.

Teatro Augusta – Rua Augusta 943, Cerqueira César.

R$70,00 (Inteira) e R$30,00 (Meia-entrada).

Ingresso antecipado com 50% de desconto: www.sampaonline.com.br

Classificação: 16 anos