Cheiro de macho: estudo sugere que cheirar roupas usadas de seu parceiro reduz o estresse

Cheiro de macho: estudo sugere que cheirar roupas usadas de seu parceiro reduz o estresse

Be first to like this.

This post is also available in: English Español Русский ไทย Українська

Cheiro de macho é uma expressão que acaba de deixar o campo do fetiche e chega ao campo da ciência. O cheiro do seu namorado pode aliviar o estresse, é o que sugere um estudo publicado no Journal of Personality and Social Psychology que diz que cheirar as roupas usadas pelo seu namorado pode reduzir o estresse. Este novo estudo sobre o cheiro do parceiro é uma ótima notícia para quem já tem esse fetiche (ou costume).

Conheça detalhes do estudo

Pesquisadores da Universidade de British Columbia estudaram casais do sexo oposto. Eles fizeram os homens usarem uma camiseta limpa por 24 horas e disseram a eles para não usarem desodorante, colônia ou qualquer outro produto corporal perfumado. Eles também foram proibidos de fumar ou comer alimentos com odores fortes que pudessem alterar seu cheiro. Após 24 horas, os pesquisadores congelaram as camisas para reter o cheiro.

As parceiras então sentiram o cheiro de uma camiseta que estava limpa, uma que tinha sido usada por seu parceiro e outra por um estranho – elas não foram informadas sobre os donos das camisas que receberam. Em seguida, as mulheres foram colocadas em situações estressantes, como simulações de entrevistas de emprego ou exames envolvendo matemática mental difícil.

Depois disso, os cientistas questionaram as mulheres sobre seus níveis de estresse e retiraram uma amostra de saliva delas para medir seus níveis de cortisol. O cortisol é um hormônio que aumenta no corpo sempre que o estresse está presente.

Os cientistas descobriram que as mulheres que cheiraram as camisas de seus parceiros tinham níveis de estresse mais baixos do que as mulheres que cheiraram as camisas limpas ou usadas por outros homens. Os pesquisadores também descobriram que mulheres que sentiram o cheiro de camisas de estranhos na verdade relataram níveis mais elevados de estresse em geral.

Dê uma cheirada – vai ajudar os seus nervos!

Os pesquisadores presumem que suas descobertas resultam de hábitos evolutivos de vínculo: o cheiro é uma forma poderosa de vínculo sensorial, então faz sentido que o cheiro de um parceiro romântico deixaria alguém à vontade, enquanto o cheiro de um estranho pode deixar alguém apreensivo.

Os pesquisadores também disseram que os homens vestiram as camisas porque elas tendem a produzir mais odor corporal e as mulheres as cheiram porque geralmente têm um olfato melhor.

Considerando que em estudos prévios foram encontradas similaridades de dados entre os cérebros de mulheres heterossexuais e gays, é inteiramente possível que gays e bissexuais também se sintam mais relaxados depois de sentir o cheiro de seus parceiros.

 

Related Stories

Cheiro de macho: mitos e verdades sobre odores que gostamos ou detestamos
Cientistas descobrem pista sobre "gene gay"
Pau encolhendo? Cuidado, a resposta pode estar nas panelas de teflon
Um Novo Estudo Revela que Homens Inseguros Usam Piadas Sexistas e Homofóbicas para Parecerem Mais Másculos
Quantcast