Ciro Gomes
Ciro Gomes

Ciro Gomes diz “Minha voz será a voz de vocês” aos LGBT em congresso

This post is also available in: English

Pré-candidato à Presidência, Ciro Gomes, participou do 1º Congresso Nacional do PDT Diversidade – segmento da legenda com foco em LGBT – na Grande São Paulo, neste sábado dia 5, em Guarulhos onde o lembrou que recebeu “toda a carga de formação conservadora, preconceituosa” durante sua educação em escola pública no interior do Ceará e que nas últimas décadas tem se esforçado para se livrar desses estigmas.

Em sua pré-campanha presidencial, Ciro Gomes disse que ouvirá permanentemente as demandas arco-íris e se comprometeu a colocá-las em seu programa de governo: “Façam seu documento, não deixem por menos, vou examinar, vou estudar, vou publicar e vocês vão ver que essa voz sera a voz de vocês”, afirmou.

“Vou botar no meu programa escrito de governo. Essa polêmica eu quero pra mim. E era a última coisa, era só o que faltava, eu estigmatizar, eu discriminar alguém pela mera questão da orientação sexual. Isso é absolutamente medieval e nós precisamos pôr em debate isso no Brasil com muita humildade, com paciência, respeitando esse Brasil bem-intencionado que está aí, mas indo pra cima do Brasil oportunista, elitista e salafrário”, disse.

Ciro não poupou ironias ao presidenciável homofóbico e racista Jair Bolsonaro do PSL, mas sem citar seu nome em momento algum.

“São 20 milhões de pessoas – aqueles que se assumiram, os que não têm coragem, frouxos e covardes, como certos candidatos… Certos candidatos que se apresentam com muita homofobia, eu acho que é medo de sair do armário. Não tô falando de ninguém, qualquer semelhança…”, disse aos risos.

E continuou: “Aí a pessoa dizer o seguinte: ‘Se a criança começar com aquele jeitinho, você dá umas quatro porradas e você conserta’, aí tem. Não tenho menor dúvida”, insinuando, de brincadeira, que o dono do discurso é homossexual enrustido.

Agora é torcer para que essas promessas entrem em seu plano de campanha e ainda mais, sejam convertidas em ações para a população LGBT que tanto carece de políticas públicas de inclusão e socialização. As eleições estão chegando e essa é a hora de analisar todos os planos de governo e verificar se estamos inseridos ou esquecidos.