Dez dicas sobre como envelhecer sem surtar (Vídeo)

Dez dicas sobre como envelhecer sem surtar (Vídeo)

Be first to like this.

Saber envelhecer sendo um homem gay não é tarefa fácil. O homem gay tem questões como a abandono, armário, solidão, depressão, e a cultura do corpo é uma pressão que muitos gays ainda precisam aprender a lidar, especialmente quando a idade chega. Então, como não surtar nesse momento?

Neste vídeo, dou dez dicas sobre coisas que você pode começar a praticar independentemente da idade em que esteja, para que, brevemente, sua vida seja mais leve, sobretudo acerca de questões de ansiedade, depressão e solidão. Talvez, não consigamos fazer tudo, mas o esforço e as tentativas já darão um gás que a vida precisa.

Veja algumas dicas sobre como envelhecer sem surtar:

Fazer novos amigos – é muito importante manter o círculo ativo, renovar amizades e manter contatos com gente que está em nossa vida a muito tempo. São essas pessoas, que, em sua maioria, estarão mais próximas em uma eventualidade de saúde, por exemplo.

Fazer planos para o futuro – manter a mente ativa é fundamental, pensar que se pode realizar coisas novas, fazer com que elas aconteçam, claro, também experimentar o fracasso a partir desses planos, é um combustível para manter a mente em funcionamento.

Inventar atividades novas – nunca é tarde para aprender algo novo, não importa o que seja, um trabalho de arte, um curso na sua área ou até aprender a usar ferramentas que nunca usou, isso mantém não apenas a mente ocupada, mas o corpo também.

Visitar um médico esporadicamente – temos a cultura de nos examinar somente quando encontramos sintomas e, fazer exames periódicos, pode evitar que sintomas se agravem, especialmente quando o corpo já não combate tão facilmente doenças como na juventude.

Viver os amores e paixões – não deixe de manter o coração aquecido. Viver as paixões é permitir que seu corpo experiencie os desejos e renove hormônios e outras substâncias necessárias para se sentir bem. É muito melhor começar e recomeçar relações a se arrepender de não ter vivido intensamente nenhuma delas.

Marcio Rolim é editor de conteúdo do Hornet para o qual já escreveu mais de 3 mil artigos de sobre comportamento LGBTQIA+ e também produz conteúdo para o canal Bee40tona no Instagram e no YouTube.

Quantcast