Quantcast
Grupo Cia. dxs Terroristas instaura Ditadura Gay em São Paulo Arte

Grupo Cia. dxs Terroristas instaura Ditadura Gay em São Paulo

Written by Marcio Rolim on April 20, 2018
Be first to like this.

Nem Adoniran Barbosa imaginaria que o bairro do Jaçanã, imortalizado por ele na música “Trem das Onze”, se tornaria um local extremamente conservador e de risco para a comunidade LGBT da região. Como resposta ao fundamentalismo dessa área, a Companhia dxs Terroristas apresenta o projeto “Ditadura Gay”, que propõe uma série de ações e diálogos em diversos espaços públicos da zona norte com artistas locais e de outras regiões da cidade.

ditadura gay

O projeto DITADURA GAY parodia uma inversão das relações de poder através da aglutinação de signos globais e regionais num pastiche que objetiva empoderar o oprimido e satirizar o opressor. É o desdobramento de uma pesquisa estético-política que objetiva se contrapor aos conteúdos do projeto cisheteronormativo hegemonicamente instaurado, desdobrando esse olhar para uma prática contranormativa de linguagem, ou seja, a investigação de (não) lugares excluídos do centro de preocupação das artes, para produções de narrativas transmídia como contraposição estético-criativa às linguagens dominantes (teatro, dança, música etc.) ou a sua re/des-configuração.

 

#DITADURAGAY é um convite ao front de guerra do território pós-colonial em que o projeto cisheteronormativo atua como fantasia atualizada no marco do colapso da colônia.

 

Ao todo, três rodas de conversa, três intervenções urbanas, uma exposição, publicação de uma HQ e uma performance cênica, apresentadas entre abril e junho de 2018. Todas as atividades têm o intuito de fortalecer uma rede de resistência construída por meio de ações poético-anarquistas, como forma de “enviadescer” os espaços e fazer a comunidade LGBT coexistir em locais públicos com população geral sem a necessidade de criar ou reforçar guetos excludentes.

 

ditadura gay

A “Ditadura Gay” é uma ficção distópica apresentada nesses espaços como reflexão urgente da voz ativa da comunidade LGBT. A ideia nasceu após as famosas falas de políticos ligados à bancada da bíblia, em que afirmam que estamos vivendo ou caminhando para uma ditadura gayzista. O projeto é contemplado pelo Programa Municipal de Valorização de Iniciativas Culturais – VAI.

Toda a programação é gratuita, apresentada em espaços públicos e conta com convidados ícones e ativistas do universo LGBT, como Inês Brasil, Buzz Marcitelli, Mc Dellacroix e o grupo Mães Pela Diversidade.

Confira a programação completa no site.

Read more stories by just signing up

or Download the App to read the latest stories

Already a member? Log in
Português
  • English
  • Français
  • Español
  • ไทย
  • 繁體中文