Quantcast
Editora pretende relançar livro que Bolsonaro chama de Kit Gay Sexo

Editora pretende relançar livro que Bolsonaro chama de Kit Gay

Written by Marcio Rolim on November 11, 2019
Be first to like this.

Editora pretende relançar livro “Aparelho Sexual e Cia.”, que há tempos vem causando polêmica ao ser apelidado de “kit gay” pela extrema direita brasileira, principalmente pelo presidenciável Jair Bolsonaro, que esta semana, mostrou o livro em rede nacional chamando de kit gay durante entrevista.

Publicado pela Companhia das Letras, a editora se manifestou dizendo que a obra está esgotada e com contrato expirado, mas ressaltou que já entrou em contato com os responsáveis pelo livro, a fim de, quiçá, publicá-lo novamente. A editora pontuou ainda que, diferente do propagado por Jair Bolsonaro, o livro não é destinado para crianças, tampouco é um kit gay. Pelo contrário, a obra tem como público adolescentes entre 11 e 15 anos, e “enfoca todos os aspectos da sexualidade, com sólida base pedagógica e rigor científico”.

Segundo o portal GauchaZH, no Brasil, a assessoria de imprensa da editora confirmou que o livro se trata do exemplar mostrado por Bolsonaro no dia da entrevista em uma publicação no Facebook. No vídeo, o candidato afirmou que a publicação é ensinada nas escolas. De acordo com a Companhia das Letras, o livro “nunca foi comprado pelo MEC, tampouco fez parte de nenhum suposto ‘kit gay'”. Segundo a editora, “o Ministério da Cultura comprou 28 exemplares em 2011, destinados a bibliotecas públicas”.

Editora pretende relançar livro

A Companhia das Letras também afirmou que o livro “conta com uma seção chamada ‘Fique esperto’, que alerta os adolescentes para situações de abuso, explica o que é pedofilia, incesto e fornece o contato do disque-denúncia nacional de combate ao abuso e à exploração sexual contra crianças e adolescentes e da Secretaria Especial dos Direitos Humanos”. A indicação do livro era para os anos 6º, 7º, 8º e 9º do ensino fundamental — ou seja, para alunos entre 11 e 15 anos.

 

A editora, em comunicado, afirma que em 2019 o livro será reeditado no Brasil.

Read more stories by just signing up

or Download the App to read the latest stories

Already a member? Log in
Português
  • English
  • Français
  • Español
  • ไทย
  • 繁體中文