Família real britânica
Família real britânica

Família real britânica terá seu primeiro casamento gay

Primo da rainha Elizabeth II será conduzido no altar pela ex-esposa. Exatamente. Muito progressivo para a Família real Britânica, mas parece que o príncipe Harry e sua esposa, Meghan Markle, estão, de fato, incentivando mudanças importantes e impactantes para a família real.

Após o casamento do ano para os Ingleses, que chegou com diversas das regras britânicas quebradas e protocolos ignorados, como a não inclusão de votos de obediência e tendo a primeira mulher negra como noiva em um casamento real – agora a realeza terá mais um marco de ruptura nas suas tradições. O lorde Ivar Mountbatten, primo da rainha Elizabeth II, vai ser personagem do primeiro casamento homossexual da história da família real ao se casar com o diretor de serviços aéreos James Coyle. A cerimônia deve acontecer em setembro, na capela em Devon, no sudoeste da Inglaterra.

As informações do jornal britânico Daily Mail de que o lorde não queria se casar “porque já fez isso uma vez e já tinha seus lindos filhos”, dizem que ele recebeu incentivos para a cerimônia e resolveu fazê-la, principalmente, porque queria muito poder “fazer isso por James”, o outro noivo. “Ele não teve uma vida estável como a minha, então quero poder dar isso a ele”, explicou, ainda fazendo uma postagem no Instagram para confirmar a união:

“Futuro e ex-cônjuge. Minhas filhas decidiram que era justo que a mãe delas me acompanhasse até o altar e me entregassem a James. Esperamos que ele não diga não no último minuto”, disse o lorde na legenda da foto em que aparece com sua ex-esposa e seu atual noivo.

Ivan se declarou gay publicamente depois de ter se divorciado amigavelmente de Penny, em 2016. Com a ex-mulher, ele tem três filhas: Ella, de 22 anos, Alix, de 20, e Luli, de 15 anos. Sobre o casório que vem por aí, a mãe das meninas declarou: “Eu me sinto muito emocionada, muito tocada”, disse, garantindo que eles seguem se dando bem separados.