Festival Mix Brasil anuncia programação
Festival Mix Brasil anuncia programação

Festival Mix Brasil anuncia programação de sua 26ª edição. Confira!

Festival Mix Brasil anuncia programação que vai de 15 a 25 de novembro em São Paulo em sua 26ª. Como maior evento cultural dedicado à diversidade da América Latina e um dos maiores do mundo, neste ano, o Festival exibe mais de 110 filmes nacionais e internacionais de diversos países, 44% dirigido por mulheres, além de trazer atrações que envolvem teatro, música, literatura, laboratório audiovisual, conferência e o BIG MIX Jam 4Diversity – 1º Game Jam da Diversidade.

Confira programação completa

Com entrada gratuita em toda a sua programação, o Festival abrirá para o público no dia 15/11 com show do cantor Johnny Hooker na plateia externa do Auditório Ibirapuera. “Bixa Travesty”, estrelado por Linn da Quebrada e dirigido por Kiko Goifman e Claudia Priscilla, vencedor do Teddy Award de Melhor Documentário no Festival de Berlim e de Melhor Longa do Júri Popular e Trilha Sonora no Festival de Brasília, completa a programação de abertura, em sessão para convidados no Auditório Ibirapuera.

O 26° Mix Brasil exibirá longas de diretores e atores consagrados que fizeram parte da Seleção Oficial dos Festivais de Berlim, Toronto, Sundance, Cannes e Locarno. Inéditos em São Paulo, os destaques são “A Pé Ele Não Vai Longe”,  novo filme de Gus Van Sant, com Joaquin Phoenix, Rooney Mara e Jack Black, “Colette” de Wash Westmoreland, protagonizado por Keira Knightley,  “Um Garoto como Jake” de Silas Howard no elenco Claire Danes, Jim Parsons e Octavia Spencer,  “Conquistar, Amar e Viver Intensamente”, de Christophe Honoré, “Skate Kitchen”, de Crystal Moselle.

 

Festival Mix Brasil anuncia programação

Outras Tribos

Diversas atrações que envolvem teatro, música, literatura, dança LGBT e games estão na programação. O “Dramática em Cena” traz espetáculos consagradas como  “As 3 Uiaras de SP City”, texto de Ave Terrena Alves e direção de Diego Moschkovich; “Demônios”, direção de Marcelo D’avilla e Marcelo Denny e a “A Ira de Narciso”, texto de Sergio Blanco e tradução de Celso Cury, direção de Yara de Novais.

No Mix Music, o projeto “Rainbow Cities” traz um grande show com “Diego Moraes, Liniker e Mel”, além dos novos talentos, novas bandas e coreografias.  O tradicional Show do Gongo está confirmado para o dia 20/11 às 21h no Centro Cultural São Paulo. Os vídeos, submetidos ao público e ao júri convidado comandado por Marisa Orth, poderão ser inscritos no balcão de credenciamento durante o festival.

Já o Mix Literário apresenta 16 mesas com a participação de 63 nomes fundamentais do mercado editorial nacional, autores e editores que estão discutindo o lugar da comunidade LGBTI na produção literária. Entre os destaques o Encontro entre João Silvério Trevisan e Italo Moriconi relembrando vida e obra de Roberto Piva (Museu da Diversidade, 23/11 15h), os três TRANSaraus que reunirão poetas e artistas de slam LGB e principalmente T e ‘Fascismo na Poética de Pasolini’ (Sala de debate 24/11 14h) quando serão apresentadas representações do fascismo feitas pelo cineasta e escritor italiano e sua repercussão em tempos de extremismos.

Com direção de André Fischer, direção artística de João Federici e direção executiva de Josi Geller, o 26° Festival Mix Brasil de Cultura da Diversidade acontece no CineSesc, Spcine Olido, Cinemateca Brasileira, Instituto Moreira Salles, Centro Cultural São Paulo e Auditório Ibirapuera. TUDO COM ENTRADA GRATUITA.

O evento, que é uma realização da Associação Cultural Mix Brasil, Ministério da Cultura e Governo do Estado de São Paulo, conta com a iniciativa da Lei de Incentivo à Cultura, o patrocínio do Itaú e da Sabesp, o copatrocínio da Spcine e Secretaria Municipal de Cultura, o apoio cultural do Sesc e Secretaria de Estado da Cultura, o apoio institucional do Itaú Cultural, Dot Cine,  CCSP (Centro Cultural São Paulo), Ctav e Mistika e promoção do Canal Brasil e Leitura Digital.

Siga o Festival nas redes sociais:

Facebook

Instagram