Guia Gay Hornet Largo do Arouche – SP

Guia Gay Hornet Largo do Arouche – SP

Be first to like this.

No centro da cidade de São Paulo respira o Largo do Arouche, um dos corações mais LGBT de toda a região. O lugar é rodeado com lojas, bares, cinemas, saunas, sex clubs, academias e até uma padaria gay. Sim, antes de darmos a vocês o guia da Cidade de São Paulo, a gente vai falar desse que é o lugar onde toda noite tem ferveção, mas certamente o melhor dia é a tarde de domingo em que a galera se reúne pra beijar muito. Nosso escritório está estrategicamente loicalizado na região, claro.

Um pouco de história

O Largo do Arouche, próximo à estação “República” de metrô, é uma praça tradicional da região central da cidade de São Paulo, mas nem sempre se chamou assim: Largo do Ouvidor, Largo da Artilharia, Praça Alexandre Herculano foram outros nomes anteriores. O atual é uma homenagem ao tenente-general José Arouche de Toledo Rendon, reconhecido por ser o primeiro diretor da Faculdade de Direito de São Paulo e do Jardim Botânico.

O Largo é composto pelas ruas Jaguaribe, Amaral Gurgel, a avenida Duque de Caxias e o término da rua do Arouche. Em seu lado oposto passa a avenida Vieira de Carvalho. O local abriga importantes esculturas de renomados artistas, tais como: A Menina e o Bezerro, do escultor carioca Luís Christophe; Afonso d’Escragnolle Taunay, um dos maiores historiadores brasileiros, obra concebida pela artista plástica Claude Dunin; “Amor Materno”, escultura que traz uma cadela e seu filhote, obra do francês Louis Eugéne Virion.

 

Lugares onde tudo acontece

Prainha – bares

Cerveja de garrafa, jukebox, e mais 5 bares legais formam o calçadão do Largo do Arouche no perímetro de 76 e 116. O Beer House rola legal de segunda a sexta a partir das 15h até meia-noite. No sábado e domingo rola das 12h até 1 da manhã. Ainda tem o estrela do Arouche, a Lanchonete do Arouche, o Lucy Bar Filme de tarde e o Sai de Baixo que rola durante toda a semana.

Academias

Biofitness

Mais moderninha, a academia é a preferida da galera LGBT. O espaço é grande, frequentado pela galera da região e oferece aulas de diversas modalidades esportivas. Horário bom para malhar é a partir das 19h.

Marra Fit

Um pouco mais simples, preço acessícel, o local recebe um grande número de LGBTs que também curtem encontrar a galera que tá carregando um peso ou simplesmente pra ver quem ficando mais sarado e dar uma paquerada.

Cinemão

Oficialmente chamado de Cine Arouche, a casa tem duas áreas bem dividas para diversão. Logo na entrada, aquilo que um clássico cinemão pornô tem que ter, a área de pegação. Um hall muito grande com banheiros abriga a galera que não tem frescura nenhuma. Descendo as escadas, ao fundo, já se encontra o cinema onde o filme é o que menos importa. Tem ainda uma área de cabines onde tudo rola a portas fechadas, com a vantagem de pagar e ficar por tempo indeterminado.

cine arouche cinemão sp

Padaria Gêmel

Sim, um ponto incomum, mas que reúne um público quase que totalmente LGBT em todos os horários. A padaria Gêmel é onde a galera para pra comer algo mais substancial (e fugir dos petiscos de bares) especialmente após as baladas. Pra quem curte mais luz e sossego, comer por lá é a melhor opção.

Saunas e casas de banho

Chilli Pepper

O single hotel mais famoso da cidade hospeda uma enorme área incluindo bar, dark room, área de banho, quartos privativos para casal e grupos e é frequentado principalmente por turistas que vêm em busca de uma curtição mais classy. Pra quem gosta de pegar um gringo, a casa é o melhor local, os preços são variados e os armários são protegidos com cadeado digital.

Black out

Uma sauna com programação diversa. Baile de máscara, noite da cueca, schoolboy e quinta dos ursos são apenas algumas das programações fixas da casa que tem até um sling room para os caras mais corajosos, que rola toda quarta-feira. A casa tem um bar e pista de dança e uma única regra: o dress code é nu total.

Baladinhas

Cantho Club

Aos sábados a diversão rola com música retrô dos anos 80 aos anos 2000. Aos domingos uma quase exclusividade na cena LGBT: roda de samba. Mas a partir da meia-noite segue uma outra festa com música pop. O público é variado, mas há dias em que os ursos dominam a casa.

Freedom Club

O hit da casa reúne um público mais jovem aos domingos, a matinê mais legal da região. A programação é feita com sucessos de divas pop e shows de drags. O rolê é sexta e sábado com entrada free até meia-noite e no domingo tem programação para menores de 18 anos até às 17h.

Lojinhas

Nos arredores existem várias lojas de roupas voltadas para a galera LGBT. Tem lojas de sungas e aquelas roupinhas pra arrasar na balada, algumas delas estão localizadas entre a Rua do Arouche e a Vieira de Carvalho, mas vale conferir os arredores e garimpar coisas legais.

Related Stories

SURTO: Bolsonaro faz piada homofóbica no MA: ‘virei boiola, igual maranhense’
Casal gay poderá levar 100 chicotadas por “orientação sexual ilegal” na Indonésia
Lenda do Drag Race, Darienne Lake, conta sobre diagnostico de câncer
Estudo de vacina preventiva ao HIV busca voluntários no Brasil
Quantcast