Histórias de carnaval: quase morri no bloco das Rouge (vídeo)

Histórias de carnaval: quase morri no bloco das Rouge (vídeo)

Be first to like this.

Histórias de carnaval são sempre as melhores, mas quando envolve tumulto, pânico e sumiço dos amigos, ok, não é tão bom assim. Essa é a história (a primeira delas) de carnaval do youtuber Marcio Rolim, que narra o dia em que as meninas do Rouge resolveram fazer um retorno (que não deu certo) e fizeram um dos blocos mais incríveis (e tumultuados) do ano de 2018 em São Paulo.

No vídeo de seu canal Bee40tona, Marcio conta que o tumulto era tão enorme, que as meninas chegaram a parar o som do carro para pedir que as pessoas não se pisoteassem, visto que a coisa estava mesmo ficando série. Um de seus amigos teve uma perna furada e o outro desapareceu por três dias.

Marcio ainda conta como conseguiu pular o alambrado, atravessar uma multidão de 1 milhão de pessoas até chegar ao hospital (sim, foi pisoteado e sofreu algumas escoriações, além do ataque de pânico).
Mas tudo deu certo, porque, de toda forma, esse foi o carnaval mais marcante de sua vida. As meninas do Rouge nunca mais deram as caras pelos blocos de São Paulo, e um ano depois, Glória Grove causou o mesmo alvoroço com sua estreia na maior micareta de fevereiro do país, mas essa história para outro vídeo.

Marcio Rolim é editor de conteúdo do Hornet e do site Observatório G para os quais já escreveu mais de 3 mil artigos de sobre comportamento LGBTQIA+ e também produz conteúdo para o canal Bee40tona no Instagram e no YouTube.

Quantcast