Hornet reúne usuários
Hornet reúne usuários

Hornet reúne usuários contra LGBTfobia em beijaço. Veja vídeo.

Na última quinta, 17, dia em que se celebra o Dia Mundial de Combate à Homofobia, o Hornet convidou usuários e não-usuários para o evento do beijaço que aconteceu não apenas em São Paulo, mas em várias cidades do mundo como Cidade do México e Paris, também apoiados pela maior rede social gay do mundo.

O encontro, além de promover a tolerância através da luta e da resistência, serviu para alertar o mundo todo que estamos muito distantes de viver em um lugar seguro para os LGBTs, especialmente falando do Brasil, país onde mais se registram crimes de ódio contra pessoas trans.

Com placas com hashtags de ordem e beijos entre os participantes, tivemos a chance de mostrar às pessoas que circulavam pelo MASP que estamos presentes e que não aceitaremos ser esquecidos.

 

Assista vídeo do evento:

O Dia Internacional Contra a Homofobia (International Day Against Homophobia, em inglês) é comemorado em 17 de maio em homenagem a data em que o termo “homossexualismo” passou a ser desconsiderado e a homossexualidade foi excluída da Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados com a Saúde (CID) da Organização Mundial da Saúde (OMS), em 17 de maio de 1990.

Também conhecido como “Dia Internacional de Luta Contra a Homofobia, Bifobia e Transfobia”, esta data visa conscientizar a população em geral sobre a luta contra a discriminação dos homossexuais, transexuais e transgêneros.

Em 2017, 445 lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais (LGBTs) foram mortos em crimes motivados por homofobia. O número representa uma vítima a cada 19 horas. O dado está em levantamento realizado pelo Grupo Gay da Bahia (GGB), que registrou o maior número de casos de morte relacionados à homofobia desde que o monitoramento anual começou a ser elaborado pela entidade, há 38 anos.