Lutador perde bolsa
Lutador perde bolsa

Lutador perde bolsa de estudos por gritar insultos homofóbicos em comício

Um estudante do Estado da Califórnia perdeu sua bolsa de estudos após ter sido pego em vídeo gritando um insulto homofóbico. O site LGBTQ Nation publicou o vídeo em que Bronson Harmon, um estudante que tinha uma bolsa de estudos na Universidade Estadual Politécnica da Califórnia, em San Luis Obispo, está em um comício anti-gay.

A escola rescindiu a bolsa após o protesto de 30 de junho deste ano. Bronson participou de um contra-protesto do Families Belong Together March, em Modesto, Califórnia, o Families Belong Together March é um protesto contra a política do governo Trump de prender os requerentes de asilo e separá-los de seus filhos.

Em um vídeo que foi visto mais de 30 mil vezes no Facebook, Harmon pode ser visto marchando atrás de seu pai, Todd. Bronson está carregando uma placa e diz para a pessoa que está gravando o contra-ataque: “Foda-se”. Em outro vídeo que já foi removido no Twitter, Harmon grita: “Tire fotos disso! Trump 2020!” Harmon, seu pai e um amigo também começaram uma briga após o protesto que pode ser vista em outro vídeo em que proferem diversos ataques homofóbicos.

De acordo com o relatório da polícia, um homem estava pegando uma chave de fenda atrás do carro. O grupo enfrentou um homem e empurrou-o contra uma árvore, ele estava sangrando, mas não procurou atendimento médico. Harmon nega ter tocado no homem e disse que achava que o homem estava tentando vandalizar o protesto.

O diretor de esportes da universidade, Don Oberhelman, se recusou a comentar sobre a bolsa de estudos de Harmon. Em vez disso, ele disse que os estudantes que recebem uma bolsa de estudos esportiva assinam um formulário que diz que eles reconhecem que a escola pode rescindir a bolsa de estudos se eles “causarem constrangimento” ao programa de atletismo.

“Dizer o que eu disse definitivamente não é a coisa certa”, disse Harmon ao jornal San Luis Obispo Tribune. “Eu deveria estar lá para ajudar a comunidade a ser a melhor pessoa que posso ser e representar a faculdade da melhor maneira que puder. Mas eu ainda sinto que minha liberdade de expressão foi tirada, e eu não acho que minha bolsa de estudos deveria ter sido revogada por algo assim”.

 

Você acha que punições desse tipo são válidas contra homofóbicos? Deixe um comentário.