SURTO! Malafaia ataca Jotta A e artistas gospel que apoiam comunidade LGBT

SURTO! Malafaia ataca Jotta A e artistas gospel que apoiam comunidade LGBT

Be first to like this.

Malafaia ataca Jotta A em vídeo deprimente transmitido em sua conta no YouTube na última quinta-feira (7), além de citar outros artistas do meio gospel que não apenas saíram do armário, mas defenderam a comunidade como Priscila Alcântara.

No vídeo, com duração de 45 minutos de berros e impropérios homofóbicos, o pastor Silas Malafaia se disse indignado com a crescente onda de evangélicos famosos, principalmente os mais jovens, saindo do armário. O público agiu rapidamente em defesa de seus artistas e logo trechos do vídeo se tornou viral nas fedes.

Recentemente, o cantor Jotta A, grande nome da música gospel revelado no programa de Raul Gil, revelou ter deixado a carreira e a gravadora, fazendo uma ligeira crítica ao pastor que o agenciava. Anteriormente, a cantora Eyshila, que tem um filho drag, o defendeu nas redes sociais e a cantora Priscilla Ancântara reconhece e não condena o público LGBT que a acompanha em seus shows de música gospel, inclusive muitos evangélicos.

Em sua live criticando os evangélicos e crentes LGBTs ou que apoiam a comunidade LGBT, Malafaia grita: “A pessoa vem, faz show, faz live, canta música profana, canta música evangélica, o que é que está ensinado a essa geração nova? Quer cantar o que? quer cantar imundície do mundo então cai fora do nosso meio!”.

Mesmo sem citar nomes, Malafaia critica Priscilla Alcantara, que fez uma live no dia 1º de maio com um repertório “misto” e elogiou Pabllo Vittar e o novo hit “Rajadão”. “Eestá virando moda filho de pastor sair do armário. A igreja de Jesus está aberta pra todos, mas não está aberta pra tudo”, afirmou o pastor histérico lendo trechos da bíblia.

Assista se tiver estômago:

Malafaia fez duras críticas a evangélicos famosos que saíram do armário sem citar o nome de Jotta A, mas com palavras extremanete homofóbicas se dirigindo claramente ao cantor: “Que conversa fiada, sabe por quê? Porque não querem fazer a vontade de Deus, porque não querem se submeter a palavra, porque se afastar do pecado, preferem seguir o curso de sua natureza e vem aqui com essa desculpa fajuta”, disse.

Para finalizar, o pastor reafirmou que o casamento heteronormativo é o único “correto” e o choca ver evangélicos saindo do armário nos dias de hoje: ”Me espanta ver evangélico dizendo que vai sair do armário e ser homossexual. Você tem que ter prazer de dizer eu sou homem, um dia vou casar com uma mulher, vou construir uma família e vou ser vitorioso e abençoado”. Assista se conseguir:

Quantcast