Mudar para São Paulo: dez dicas valiosas para yags em busca de novas chances (vídeo)

Mudar para São Paulo: dez dicas valiosas para yags em busca de novas chances (vídeo)

Be first to like this.

Mudar para São Paulo é o sonho de muitos gays de cidades ou capitais pequenas, o velho sonho de ganhar mais grana, de ajudar seus pais, de estudar novos cursos e qualificações, o famoso “vencer na vida”. Mas será que é assim fácil? Não é, bem como São Paulo não é o melhor lugar do mundo para se viver.

Neste vídeo, Marcio Rolim, criador do canal Bee40tona, traz novas 10 dias (porque sim, já teve a parte 1 da série) para quem pensa em sair de sua cidade para se aventurar na cidade das pedras, onde dizem que não há amor, mas há mais chances no mercado de trabalho.

Para mudar para São Paulo, é muito importante ter um planejamento, básico que seja, não apenas financeiro, mas de controle emocional, porque a cidade é realmente grande e a oferta de baladas, rolês, circuitos culturais, lojas e shoppings, bem como todas as outras mazelas de grande metrópoles podem atrapalhar seus planos, afinal, somos gays, gostamos do fervo (uma grande parte de nós).

No vídeo, as dicas são relacionadas a como negociar seu aluguel e como entender quais são suas prioridades nos primeiros cinco anos de São Paulo. Sim, a previsão é que em cinco anos você ainda esteja entrando no processo de estabilidade financeira e emocional.

O YouTuber ressalta que São Paulo não é provinciana, então dificilmente a maioria das pessoas vão se importar com sua vida. Neste caso, é muito importante tentar fazer amigos com quem possa contar em momentos difíceis, porque em essepê, ninguém tem tempo para ninguém.

Por fim, São Paulo pode apenas ser o meio para muitos, e não o fim da linha. É possível que você queira ir apenas para estudar, se qualificar, ganhar uma grana e retornar à sua cidade para explorar um mercado menos saturado, essa é uma ótima opção para quem acredita que com talento, dá para encontrar as oportunidades onde estiver.

Marcio Rolim é editor de conteúdo do Hornet para o qual já escreveu mais de 3 mil artigos de sobre comportamento LGBTQIA+ e também produz conteúdo para o canal Bee40tona no Instagram e no YouTube.

Quantcast