mulher pepita
mulher pepita

Mulher Pepita presta queixa contra ataques virtuais e é acusada de plágio

Durante recente divulgação de seu novo trabalho, a cantora trans Mulher Pepita vem sofrendo ataques desde a última sexta-feira (23/02) em suas redes sociais de alguns haters que estão tentando atrapalhar na divulgação dos seus mais recentes singles, “Olhar 43” e “Parceira”, sendo a última lançada na madrugada desta sexta (02/03).

Segundo a funkeira, a pessoa por trás dos ataques já foi identificada. “A gente já descobriu quem fez essa maldade com a nossa música. Já descobrimos Instagram, Facebook, vi que é de verdade e nenhum fake”, conta Pepita, que recorreu à Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática para denunciar os ataques no Spotify.

Pelo Instagram, a artista soltou uma nota informando os acontecimentos recentes. “Fui alvo de denúncias mentirosas. Tenho todas as autorizações para o uso e reprodução dos fonogramas, sendo as mesmas já apresentadas à Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática, para início de investigação e quebra de sigilo dos domínios fakes dos haters”, informou a cantora.

 

Confira a nota completa da funkeira:

“boa noite amores, infelizmente mais uma vez fui alvo de haters, fazendo a segunda faixa do meu novo Ep. “Mulher Evoluída” sofrer “claim” no @spotifybrasil sem ao menos me comunicarem para defesa. Depois de “Olhar 43”, o single “Parceira” que subiu nas plataformas nesta madrugada, foi alvo de denúncias MENTIROSAS. Tenho todas as autorizações para o uso e reprodução dos fonogramas, sendo as mesmas já apresentadas no dia de hoje à Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática, para início de investigação e quebra de sigilo dos domínios fakes dos haters. Eu e minha equipe, esperamos que isso seja resolvido o quanto antes, para que o meu direito de divulgação do trabalho que faço com tanto carinho e amor pra vocês seja válido e chegue na casa de cada fã e amigo.

Boa noite amores, Infelizmente mais uma vez fui alvo de haters, fazendo a segunda faixa do meu novo Ep. “Mulher Evoluída” sofrer “claim” no @spotifybrasil sem ao menos me comunicarem para defesa. Depois de “Olhar 43” , o single “Parceira” que subiu nas plataformas nesta madrugada, foi alvo de denúncias MENTIROSAS. Tenho todas as autorizações para o uso e reprodução dos fonogramas, sendo as mesmas já apresentadas no dia de hoje à Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática, para início de investigação e quebra de sigilo dos domínios fakes dos haters. Eu e minha equipe, esperamos que isso seja resolvido o quanto antes, para que o meu direito de divulgação do trabalho que faço com tanto carinho e amor pra vocês seja válido e chegue na casa de cada fã e amigo. Agradeço pelo carinho e apoio de todos; Lembrando que “Olhar 43” e “Parceira” estão disponíveis no @deezerbr @applemusic @itunes @claromusica @youtubebrasil . Amo vocês e tudo dará certo! Beijos #MulherEvoluida ?️‍??️‍??️‍????

A post shared by Pepita (@mulher_pepita) on