10 músicas que NUNCA devem ser tocadas em um casamento gay

This post is also available in: English

Você está planejando seu grande dia? Então temos algumas sugestões de música para casamentos gays, na verdade do que não tocar.

Aqui estão 10 faixas que nunca devem ser tocadas na recepção de um casamento gay.

1. Madonna – “Like a Virgin

Claro que tem que tocar Madonna, porque está na Constituição Gay – mas não seja tão paroquialmente imaturo. Todos nós sabemos que “Like a Virgin” é uma ironia, então pule para algo mais alinhado com o dia, como “Open Your Heart.”

2. Macklemore & Ryan Lewis – “Same Love feat. Mary Lambert

Para os argumentos de apropriação cultural, e o pensamento de que nosso hino de igualdade pró-casamento deveria ter sido escrito por um dos nossos, tudo o que podemos dizer é: “Fatos são fatos”. A música ajudou a acalmar a medida anti-gay no estado de Washington, foi uma enorme força cultural, e não podemos esquecer que o gancho principal foi fornecido pela artista Mary Lambert. Cumpriu o que pretendia, mas isso não é motivo para tocar no seu casamento. Vai mais para uma canção de amor como da própria Lambert “She Keeps Me Warm” ou “A Thousand Years” que cai bem melhor.

3. Peter Gabriel – “In Your Eyes

gay wedding music say anything

A menos que você tenha ficado preso nos seus conceitos dos anos 80, ok, a gente vai entender. Claro, é uma música linda, e o sentimento não pode ser superado. Mas você é a estrela do seu final feliz, então por que dar aos seus convidados uma música que não fala de final feliz? Olha só, talvez “Lovesong” iria funcionar, do The Cure ou Adele, a escolha é sua.

4. ABBA – “Dancing Queen

Para citar Terence Stamp em As Aventuras de Priscilla, Rainha do Deserto: “Não há nada mais “porra, o que é isso?” do ABBA. Sério. Apenas pare.

5. Beyoncé – “Single Ladies (Put a Ring on It)

Hino de empoderamento ou hino às normas sociais burguesas? De qualquer maneira, você já está no altar, então por que a necessidade de se gabar com ironia? É que você quer imitar os movimentos de dança da rainha Bae? Pelo amor da santa, você não precisa disso no dia do seu casamento, vocês já estão trocando alianças, vai?!

6. Diana Ross – “I’m Coming Out

Perfeito para o Pride e para as pistas de dança de todo o mundo, mas se você precisar disso para começar sua festa como música de casamento gay, bem, você não apenas enterrou o casamento, mas exagerou. Será que não seria melhor colocar “Muscles”?

7. Sam Smith – “Stay With Me

gay wedding music sam smith

Que música linda. Perfeito para a melancolia que você sente na manhã após aquela noite de frio que nunca vai ser nada mais além disso. Muito inadequado para o seu dia especial.

8. Julio Iglesias and Willie Nelson – “To All the Girls I’ve Loved Before

Para ser honesto, não acreditamos que isso tenha sido tocado em algum casamento gay, mas é a primeira coisa que nos vem à cabeça quando pensamos sobre essa lista. Seria perfeitamente engraçado para as núpcias e seus tios gays que finalmente estão se casando. Mas é uma canção tão açucarada que poderia ofuscar ate o bolo do casamento real.

9. Etta James – “At Last

É um clássico por um motivo. No entanto, é exagerado e carrega consigo um sopro de desespero. Para classificar o grupo através da sua música de casamento gay, experimente a versão de Billie Holiday “The Man I Love”.

10. The Carpenters – “We’ve Only Just Begun

No início dos anos 70, essa era a música para quase todos os casamentos do mundo. Você pode ouvir o porquê: é uma afirmação suave de amor eterno e otimismo transmitida pelo estilo vocal melindroso e desinteressante de Karen Carpenter. Ninguém deveria ter que ouvir de novo. Mas se você precisar de uma adição de soft rock para sua lista de reprodução do dia do casamento, tente “Short Court Style” da Natalie Prass. Bem melhor.

Quais suas sugestões de música para seu casamento?

(Visited 204 times, 1 visits today)