Negros perseguidos: o que uma pessoa negra deve fazer se for perseguida sem motivos

Negros perseguidos: o que uma pessoa negra deve fazer se for perseguida sem motivos

Be first to like this.

Negros perseguidos sem motivos algum nos locais públicos e privados. Essa é a discussão do Reversa Entrê desse mês que também fala sobre como se deve agir em situações de perseguição.

Imagine que você é uma pessoa negra que ao entrar em um shopping começa a ser perseguido por um segurança por nada. Você entrou no local. Está caminhando por ele, olhando uma vitrine aqui e acolá e… Você sente essa perseguição em relação a sua pessoa.

O que fazer? Como agir? Viviane Elias Moreira, entrevista do podcast Reversa Entrê, 6° episódio, dá a dica: “Eu falo para os meus sobrinhos: se começaram a te perseguir, principalmente no shopping, pelos seguranças, você tem uma arma no seu bolso, seu celular. Tire-o e começa a gravar”.

 

Dê o play agora:

Infelizmente isso é um dos sintomas do racismo estrutural na nossa sociedade. E para saber como rompê-lo, ouça esse podcast com a Viviane, carinhosamente chamada de Vivi, que fala sobre esse tema, além de diversidade racial, feminismo, lugar de fala e muito mais.

Racismo estrutural, a saber, é o racismo internalizado entres os seres sociais que não se dizem racistas, mas cometem atos racistas inconscientemente através de atitudes naturalizadas como atravessar a rua quando vê um garoto negro ou desconfiar de uma pessoa negra no mercado fazendo compras. Mesmo não cometendo nenhum ato diretamente contra esta pessoa, só o pensamento que nos leva a crer que aquela pessoa representa alguém perigoso é racismo.

O ReversaCast é uma parceria de Maira Reis com o Hornet e todos os meses você escuta aqui uma entrevista exclusiva sobre diversidade. Para acompanhar as outras entrevistas, basta seguir o podcast aqui, salvar nos seus favoritos e dar o play.

Quantcast