Quantcast
Rede estadual de ensino de MS passará a aceitar nome social de travestis e transexuais em documentos escolares Política

Rede estadual de ensino de MS passará a aceitar nome social de travestis e transexuais em documentos escolares

Written by Marcio Rolim on April 22, 2018
Be first to like this.

Resolução da Secretaria Estadual de Educação de Mato Grosso do Sul (SED) determina que as unidades de sua rede de ensino público passem a adotar nome social e reconhecimento da identidade de gênero de travestis e transexuais nos documentos escolares.

A resolução que entrou em vigor nesta quarta-feira (18/04), com sua publicação no Diário Oficial do Estado, diz que media foi adotada pela SED em respeito à cidadania, aos direitos humanos, à diversidade, ao pluralismo e à dignidade humana. O texto também veda expressamente o uso de expressões pejorativas e discriminatórias para se referir a travestis e transexuais.

O documento determina que a estudante interessada em usar o seu nome social na documentação escolar deve manifestar, por escrito, essa vontade no ato da matrícula na escola ou no decorrer do ano letivo. Caso seja menor de idade, a inclusão do nome social na documentação deverá ser manifestada por escrito pelos pais ou responsáveis.

A resolução estipula ainda que nos documentos escolares internos o nome social será registrado seguido pelo nome civil e nos oficiais, como transferência, histórico escolar, certificados, diplomas e declarações expedidos pela unidade escolar, deverá constar o nome social escolhido pelo aluno acompanhado do nome civil.

Após a manifestação da estudante ou de seus pais ou responsáveis para que ele use o nome civil, o texto da SED determina que todos os profissionais de educação da escola deverão se referir ao aluno pelo nome social indicado, sem menção ao nome civil. Caso o estudante seja menor de idade, a inclusão do nome social na documentação deverá ser manifestada por escrito pelos pais ou responsáveis.

Esse é um grande passo na inclusão de pessoas trans e de respeito à cidadania, bem como no processo de educação da população, iniciando desde à escola, onde se aprende as diferenças sociais e a convivência com todos os gêneros.

Read more stories by just signing up

or Download the App to read the latest stories

Already a member? Log in
Português
  • English
  • Français
  • Español
  • ไทย
  • 繁體中文