Nova cepa de HIV resistente à PrEP é anunciada por cientistas

Nova cepa de HIV resistente à PrEP é anunciada por cientistas

Be first to like this.

Nova cepa de HIV mais resistente às famosa prevenção PrEP foi apresentada em um artigo publicado no The Lancet ligando o alerta da comunidade médica e da população que usa o método de prevenção, mas não é preciso alarde, pois, segundo os pesquisadores, as chances desse vírus se alastrar são mínimas.

Ao estudar um caso de um francês de 23 anos que deu resultado positivo para HIV, apesar de ter testado inicialmente negativo, os médicos se depararam com uma cepa do HIV resistente a três diferentes classes de anti-retroviral (o comum é a resistência a um tipo), incluindo utilizados na profilaxia pré-exposição (PrEP).

A partir de então os médicos passaram a estudar a cepa do vírus multirresistente e descobriram também em um homem de 54 anos da mesma área, mas que nunca se encontrou com o primeiro paciente detectado.

Em entrevista a revista francesa Têtu, o professor Pierre Delobel, chefe do departamento de doenças infecciosas do Hospital Universitário de Toulouse, afirmou que o importante no estudo é ter verificado a transmissão sexual e que a cepa é resistente a PrEP. Contudo, ele lembra que normalmente um vírus desse tipo tem dificuldade de se reproduzir e por isso não há motivo para pânico.

Mesmo assim, com a detecção da transmissão para estes pacientes, médicos na França e na Espanha começaram uma ampla busca por qualquer outro paciente HIV portador dessa cepa do vírus. Como os dois pacientes já detectados com a cepa não se conhecem, é preciso afirmar que ao menos mais uma pessoa é portadora.
Por fim, os especialistas lembram que mesmo no caso dos dois pacientes há opções de tratamento.

Quantcast