Novinhos Perguntam, Quarentões Respondem (vídeo)

Novinhos Perguntam, Quarentões Respondem (vídeo)

Be first to like this.

Gays novinhos e gays mais velhos sempre protagonizaram disputas político-sociais na comunidade LGBT+ por questões etárias, sexuais, de autoestima e intelectuais. É um choque de gerações que, por muito, é saudável para o crescimento dos dois grupos, mas que pode ser muito tóxico para ambos, dadas as variações de experiência de vida.

No novo vídeo do canal Bee40tona, o convidado Marcel Nadale, criador e apresentador do canal Gay Nerd, que acaba de se tornar um quarentão este mês, dialoga sobre como alguns gays mais novos enxergam a vida de um homem que alcançou mais vivência.

As perguntas vão desde fazer mais ou menos sexo a mudar de carreira profissional após os 40 anos. Tudo é possível, libido maior ou menor, querer ou não querer entrar em relacionamentos sérios e optar por construir novas carreiras mesmo depois de já ter passado a vida inteira fazendo uma coisa que não quer mais.

A questão não é idade, mas o que cada um sente que deseja e precisa. Envelhecer, para nós, pessoas LGBT, ultrapassa a questão da conquista, mas é luta e sobrevivência, visto que a expectativa de vida de pessoas da nossa comunidade é menor do que de pessoas cisgênero.

A troca de experiências e informação é mútua entre novinhos e mais velhos, e nada nos impede de nos relacionarmos amorosa e romanticamente. Mas é preciso respeitar e compreender os limites e processos um do outro, sem interferir no andamento da vida tanto de quem ainda tem muita estrada pela frente, como de quem está mais a fim de descansar as costas em uma poltrona.

Related Stories

Novinho embuste: youtuber conta em novo vídeo os tipos de novinhos que são uma furada para os daddies
Ficar mais velho não é fichar mais chato, mas é preciso saber mudar
Boy X Paizão: até que ponto a relação “sugar” pode ser saudável ao homem gay mais velho
Homens gays, como fazer amigos após os 40
Quantcast