Quantcast
Passivos contam por que ser ativo definitivamente não é pra eles Estilo

Passivos contam por que ser ativo definitivamente não é pra eles

Written by Marcio Rolim on April 11, 2019
Be first to like this.

Passivos 100%. Essa é a definição de muitos gays nos perfis de pegação e não é incomum que rapazes gays expressem sua preferência em ser ativo ou passivo sem flexibilizar a versatilidade.

Segundo o Gay Star News, pode haver uma infinidade de razões pelas quais gays têm essas preferências binárias. De prazer sexual e jogo de poder até razões médicas, as possibilidades são infinitas. E também pode haver um espectro de diferentes tipos de motivos para a preferência dos passivos, como gostar de se sentir submisso, estabelecer relações de poder e bloqueio psicológico de ereção. O site conversou com alguns passivos para entender suas razões. Confira:

Passivos
Foto: Revista Forum

Alex, 22 anos, gay, de Milão

Eu tentei ser ativo uma vez e não é que eu não tenha gostado, eu me sinto muito melhor sendo passivo mesmo. Parece uma experiência global melhor para mim. Poderia ser porque o cara que foi passivo não tenha sido tão colaborativo pra mim? Sim, mas por enquanto, é assim que me sinto.

 

Jordan, 25 anos, gay, de Londres

Eu provavelmente diria que fiquei com a posição com a qual comecei minha vida sexual. Eu tive pouca experiência como ativo, então sempre fui cauteloso em ser um ativo e não queria decepcionar os caras. Sempre que eu estou comendo o cara, geralmente é uma tarefa muito difícil para mim e tenho que ter muito tesão. Então, ser passivo 100% é simplesmente a maneira mais fácil que eu encontrei de ter sexo. Geralmente, enquanto eu meto, é muita pressão sobre mim manter a energia e resistência e eu não sou um dominante natural na cama.

 

Jack, 19 anos, gay, do Colorado

Eu diria que sou um total submisso, porque meu namorado é um ativão. Eu às vezes quero ser ativo, mas eu nunca tenho a chance com ele. Eu tentei comer meu último namorado e foi legal, mas eu sempre quis curtir com o atual, o que não acontece, porque ele não quer. Eu gosto de ficar como passivo, porque adoro agradar a outra pessoa com quem estou, mas é porque também essa é a única escolha que eu tenho.

 

Shannon*, 27, da Escócia

Eu tentei superar algumas vezes (mais de cinco anos atrás), mas por alguma razão, isso não trouxe a mesma quantidade de prazer para mim. Eu nunca cheguei lá de fato sendo ativo. Os orgasmos que experimentei como passivo são muito intensos e acho que isso só é possível quando estou sendo passivo mesmo. Eu tenho sorte que meu parceiro é um ativo total. Eu diria que é mais físico.

 

João, 26 anos, gay, de Londres

Para mim, é um jogo de dominância / submissão. Às vezes eu me pergunto se é uma coisa de tamanho, porque eu sou baixo e magro e os caras que eu geralmente sou atraído são o oposto de mim e uma parte de mim se sente estranha sendo ativo. Eu já namorei um fisiculturista antes e ele me pediu para comê-lo e e me pareceu estranho. Eu experimentei ser ativo antes de começar a ser totalmente passivo (por mais engraçada que tenha sido a forma como perdi a virgindade) e agora ela se tornou uma preferência. Eu também acho que geralmente eu não sou uma pessoa dominante, então eu acho que isso também seria um fator.

 

Lucas, 30 anos, bissexual, de Atlanta

Eu prefiro ser passivo, porque, francamente, me sinto melhor. A próstata é o ponto g para os machos, por isso faz sentido gostar que ela seja atingida durante o sexo. Isso me faz gozar muito e ter orgasmos mais intensos. Eu gozai algumas vezes sendo ativo, mas nunca fez diferença para mim, e foi principalmente quando eu estive em um relacionamento como uma concessão para o cara. Eu sou reconhecidamente um ativo bem ruim.

 

Taylor *, 33 anos, gay, de Manchester

Eu acabei de desenvolver meus gostos à medida que envelheço. Eu costumava ser ativo, depois versátil e agora passivo – eu prefiro e tem sido assim desde que eu cheguei aos 30. Eu não estava muito confortável em ser passivo no começo, encontrei um mix de caras errados, etc, mas à medida que envelheci, estou muito mais confortável com quem eu sou e com quais são minhas preferências. É muito mais divertido assim. Não há nenhum motivo especial para eu ter mudado. Talvez naquela época eu não gostasse.

 

E vocês, passivos, tem uma razão específica para sua preferência? Conta pra gente nos comentários.

Read more stories by just signing up

or Download the App to read the latest stories

Already a member? Log in
Português
  • English
  • Français
  • Español
  • ไทย
  • 繁體中文