Pesquisa Hornet demonstra previsões de votos entre gays

Pesquisa Hornet demonstra previsões de votos entre gays

Be first to like this.

O Hornet, maior rede social gay do Brasil, realizou entre 10 e 17/7 pesquisa no aplicativo para conhecer o que eleitores gays brasileiros esperam dos candidatos à presidência, o que pensam deles e quais as suas intenções de voto.

No total, foram 3887 respondentes que expressaram suas opiniões sobre principais temas mais importantes na escolha de um candidato (Educação, Direitos LGBTI e Saúde considerados os três primeiros), a opinião sobre os candidatos à presidência e também sua intenção de voto.

Na apresentação dos resultados da campanha, transmitida ao vivo, hoje, 25/7, pelas redes sociais do Hornet, estiveram presentes algumas lideranças políticas LGBTI como Bruno Maia (Todd Tomorrow) do PSOL e membros da Câmara de Comércio e Turismo LGBT do Brasil.

Dados revelaram diferença entre percepção dos candidatos e intenção de voto – em destaque Manuela D’avila do PCdoB (com melhor avaliação mas em terceiro na preferência) e como principal surpresa Jair Bolsonaro do PSL (último na avaliação mas sexto nas intenções).

O candidato da extrema direita, abertamente contrário aos direitos LGBTI, teve avaliação ‘muito favorável’ de 8,5% dos respondentes e quase 7% das intenções de voto, resultado muito contestado e discutido entre os presentes. Por conta da indefinição da candidatura de Lula, foi apresentado ‘Fernando Haddad (ou outro candidato do PT) que ficou em primeiro lugar com 17% das intenções de voto.

Usuários do Hornet participaram do encontro enviando perguntas ao vivo pelo Facebook e Instagram respondidas pelo City manager do Hornet, André Fischer, e aguardam nova pesquisa a ser realizada quando a lista de candidatos estiver oficialmente lançada.

Para ter acesso ao arquivo com os resultados finais completos, basta baixar neste link. Fique atento às mensagens no seu app e participe de nossas pesquisas. É muito importante saber o que você pensa para se construir uma base forte capaz de lutar por nossos direitos.

Quantcast